Minoxidil faz o cabelo crescer? Será verdade?

É muito comum vermos hoje em dia diversos produtos e medicamentos que prometem auxiliar no crescimento dos fios, torna-los mais fortes e brilhantes.
Cada vez mais, homens e mulheres, têm se preocupado com essas questões estéticas e procurado soluções rápidas e eficazes.

Não são poucos os que recorrem ao uso do Minoxidil e acabam se deparando com duvidas e questionamentos, muita das vezes sem conseguirem encontrar uma resposta clara.
Por isso, viemos trazer a resposta para uma das dúvidas mais recorrentes que é “afinal, ele funciona mesmo para crescer cabelo?”

Além de sanar essa sua dúvida, vamos trazer também algumas informações importantes e curiosidades sobre o medicamento.

O que é o Minoxidil?

O Minoxidil é um medicamento com poder vasodilatador muito utilizado no tratamento contra queda de cabelo e para melhorar a circulação sanguínea em pacientes hipertensos. Você pode encontra-lo nas mais variadas formas, em comprimidos, sprays, tônicos, entre outros.
Ele influencia diretamente na circulação, dilatando os vasos sanguíneos, e, consequentemente proporciona um melhor crescimento do fio capilar e deixando os fios menos frágeis.

Para que tipos de situação ele é recomendado?

Seu uso é normalmente recomendado para tratar falhas no couro cabeludo, fortalecer os fios, ajudar no crescimento das sobrancelhas, melhorar a aparência geral dos cabelos, tratar a calvície, engrossar os pelos e fazer os cabelos crescerem mais rápido.

Ele realmente faz os fios crescerem mais rápido?

 

Sim, meninas, não é mito!

Como suas propriedades fazem os vasos dilatarem, automaticamente há uma melhora na circulação sanguínea. Com isso os nutrientes tendem a chegar com mais facilidade no fio.
Ele é um tratamento de médio a longo prazo. O tempo estimado para começar a notar os primeiros efeitos é de 2 a 3 meses, mas isso varia de pessoa pra pessoa.

Podemos dizer que o minoxidil ajuda a nutrir o folículo vivo. E um folículo constantemente nutrido cresce, entretanto, em folículos mortos, ele não possui esse efeito.

Calma, eu sei que você deve estar se perguntando “Ué, quer dizer então que ele não faz nascer novos folículos?”

Pois é, infelizmente a resposta para essa pergunta é não.

O objetivo e resultado apresentado pelo remédio é retardar a queda, transformando os fios que já existem em fios mais resistentes e saudáveis. De certa forma, isso acaba trazendo mais volume ao cabelo, pois os fios que antes eram finos e quebradiços se tornam mais grossos e resistentes. Mas isso não significa que cresceu cabelo onde não tinha.

As regiões já afetadas de maneira definitiva pela calvície não podem ser recuperadas com o uso do minoxidil. Reforçando, apenas as regiões afetadas de maneira definitiva não podem ser reparadas.

 

Como usar?

A aplicação do produto é bem simples, confere abaixo:

Nos cabelos

Para tratar a queda de cabelo, a solução de minoxidil pode ser aplicada diretamente no couro cabeludo e massageado por cerca de 30 a 60 segundos até a absorsão do produto; nas regiões em que os fios estão mais fracos e quebradiços, ele deve ser aplicado duas vezes ao dia.

Geralmente, a quantidade que é aplicada em cada uso é de cerca de 1 mL.

Sobrancelhas e nos cílios

Os fabricantes da solução de minoxidil não estão autorizadas a recomendar a utilização do produto noutras regiões que não sejam o couro cabeludo.

No entanto, em alguns casos, o dermatologista pode recomendar a aplicação do produto nas sobrancelhas e cílios, de forma segura.

O produto, através de recomendação médica, pode ser usado para engrossar as sobrancelhas e cílios, aplicando cautelosamente a solução com a ajuda de um cotonete.

*Não exagere na quantidade, não é isso que fara o pelo crescer.*

Em todas as situações, depois da aplicação do minoxidil, deve-se usar um produto, um óleo, que evite o ressecamento da pele.

É aconselhado também lavar bem as mãos depois da aplicação, ter cuidado com a região dos olhos.

Orientações

Ao aplicar o produto você deve tomar alguns cuidados.

-Não se deve aplicar o produto em áreas feridas, irritadas ou sensíveis.
-Não se exponha ao sol após o uso.
-O produto deve ser aplicado diretamente nas áreas desejadas, no máximo, 2 vezes ao dia, com um intervalo de mais ou menos 12h.

Existem efeitos colaterais?

Sim, podem haver efeitos colaterais, mas isso não significa que você vai tê-los.

Os mais comuns são sensação de queimadura, dermatite irritativa, descamação, irritação, coceira, aumento dos fios na região do rosto, ouvidos, braços e sobrancelhas.

Ao sentir qualquer um desses sintomas, interrompa o uso e procure seu médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *