Acupuntura para combater a calvície funciona?

 

Sabe aqueles dias em que acordamos com os fios rebeldes e parece que o universo resolveu conspirar contra nós?

Isso é um forte indício de que sua autoestima e seu humor estão diretamente ligados ao seu cabelo.

E se um dia de insatisfação com as madeixas é o suficiente para deixar qualquer mulher estressada e pra baixo, já parou pra pensar em como deve ser para aquelas que lidam diariamente com a calvície?

A calvície feminina, também conhecida como alopecia androgenética, é uma condição genética que afeta principalmente as mulheres maiores de 40 anos, mas também pode ocorrer entre as mais jovens.

Se olhar no espelho e não gostar do que vê pode ser devastador.

As mulheres calvas tem de lidar com uma autoestima baixa que afeta a qualidade de vida, podendo muitas vezes levar a quadros depressivos ou de fobia social.

Sendo assim, é natural que essas mulheres que sofrem com a calvície feminina experimentem diversos tratamentos diferentes na tentativa de controlar a queda capilar.

Um deles é a acupuntura – cada vez mais mulheres têm apelado para a medicina chinesa tradicional.

Mas será que acupuntura para calvície feminina realmente funciona?

Para responder essa pergunta, nós pesquisamos o que a ciência tem a dizer acerca desse assunto e vamos revelar o resultado dessa pesquisa para você!

Quer saber se a acupuntura é eficaz contra a calvície feminina? Então é só continuar a leitura!

Como funciona a acupuntura?

A acupuntura é uma terapia alternativa milenar tradicional. Popularizada há milhares de anos na China, a acupuntura tem sido usada por séculos para tratar uma variedade de doenças e condições, desde dores nas costas até dores de cabeça.

Na acupuntura tradicional, sua saúde depende de um bom Qi – uma força vital doadora de energia que flui por seu corpo. Quando seu Qi está bloqueado, você pode ficar doente.

Uma sessão de acupuntura consiste no estímulo de pontos específicos no corpo com a ajuda de agulhas muito finas para ajudar a restaurar um fluxo de energia saudável.

Esses pontos variam de acordo com as queixas do paciente e somente um profissional qualificado será capaz de defini-los corretamente.

Embora muitos acreditem que a acupuntura é um tipo de pseudociência, diversas pesquisas já comprovaram a eficácia dessa técnica em alguns casos.

Por exemplo, durante um estudo de 2012, 50% dos pacientes que fizeram tratamento com acupuntura para tratar dores crônicas relataram uma melhora no quadro.

Apesar disso, nem todos os usos dessa técnica milenar foram comprovados pela ciência.

Sendo assim, é importante pesquisar antes de iniciar um tratamento com acupuntura para se certificar de que ele será realmente eficaz, e não uma perda de tempo e dinheiro.

Afinal, a acupuntura funciona contra calvície feminina?

Agora vamos ao que interessa. Já sabemos que a acupuntura pode ser eficaz contra algumas condições, mas será que essa técnica é capaz de controlar a queda capilar?

Ainda não há estudos suficientes capazes de comprovar a eficácia da acupuntura contra a calvície feminina.

Apesar disso, durante um estudo  realizado em 2011, pesquisadores descobriram que a acupuntura pode ser melhor do que medicamentos no tratamento da alopecia areata.

A alopecia areata ocorre quando o sistema imunológico ataca os folículos capilares. Os ataques ao folículo levam à queda de cabelo, geralmente em pequenos tufos por todo o couro cabeludo.

Ainda não está claro por que a acupuntura é eficaz no tratamento desta condição, mas é muito provável que isso esteja relacionado ao aumento do fluxo sanguíneo e da circulação na área do couro cabeludo, um dos benefícios da acupuntura.

Isso pode ajudar a estimular os folículos capilares, nervos e vasos sanguíneos e controlar a queda capilar.

Além disso, muitas vezes a queda dos fios está relacionada ao estresse. Nesse caso, a acupuntura pode agir relaxando os músculos, diminuindo as tensões e, consequentemente, reduzindo a queda capilar.

Em síntese, embora não haja estudos que comprovem a eficácia da acupuntura contra a calvície feminina, o uso dessa técnica pode melhorar quadros de alopecia areata e aliviar o estresse (que muitas vezes é o causador da queda capilar).

Pontos de acupuntura para calvície feminina

Se você ficou tentada a dar uma chance para o tratamento com acupuntura contra a calvície feminina, é provável que esteja se perguntando quais são os pontos que estão ligados a essa condição.

Mas, como citamos anteriormente, apenas um profissional qualificado será capaz de definir esses pontos. Isso porque o tratamento com acupuntura varia bastante de caso a caso. Às vezes, um ponto que faz milagres para o seu colega pode não funcionar para você.

Nunca tente realizar acupuntura sozinha. Além de não alcançar os resultados do tratamento, você ainda correrá sério risco de se machucar com as agulhas.

Calvície feminina tem cura?

É provável que muitas mulheres tenham lido o título e clicado nesse artigo esperançosas, afinal de contas, a calvície feminina é uma condição completamente indesejada e, muitas vezes, bem difícil de tratar.

Sendo assim, qualquer tratamento parece válido e alimenta certa esperança nessas mulheres.

E agora que descobriu que não há muitas evidências sobre acupuntura ser realmente eficaz no tratamento da calvície feminina, deve estar desesperançosa e frustrada – mas não há necessidade de ficar assim.

Embora a calvície feminina não tenha cura, ela pode ser tratada de outras maneiras (bem mais eficazes e menos dolorosas que a acupuntura).

O Minoxidil é uma loção vasodilatadora com eficiência e segurança comprovadas que age estimulando a circulação sanguínea na área do couro cabeludo e prolongando a fase anágena de crescimento dos fios.

O resultado são cabelos bem mais longos e resistentes e falhas preenchidas. E, ao contrário do que muitos acreditam, o Minoxidil é super seguro para mulheres.

Você não precisa conviver com a calvície feminina – diga adeus a ela com Minoxidil!

Adquira o seu aqui hoje mesmo e garanta cabelos livres de queda!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *