Minoxidil depois dos 30 – vale a pena usar?

A calvície feminina não é comum, por isso quando ocorre tem consequências psicológicas e emocionais nas pacientes que desenvolvem.

A autoestima abalada leva muitas mulheres a procurarem por soluções para a alopecia, e o Minoxidil é a solução mais popular para esse problema.

Se você desenvolveu a calvície feminina ou está apresentando entradas e falhas depois dos 30 anos, muitas dúvidas sobre a segurança e a eficácia desse produto devem rondar sua mente.

Pensando em responder sua dúvida, fizemos esse texto contando com qual idade pode usar Minoxidil e tudo o que você precisa saber sobre esse produto! Leia até o final para descobrir.

O que é Minoxidil?

Usado por milhares de mulheres, você já deve ter alguma conhecida que usa ou que usou Minoxidil e que fala sobre os resultados do produto, não é?

O Minoxidil foi criado inicialmente para homens, mas logo foi um tratamento aderido por mulheres também e é um dos mais indicados por dermatologistas em todo o mundo.

Existem estudos que comprovam a eficácia de Minoxidil tanto em homens quanto em mulheres, além de muitos relatos de pacientes que utilizaram e viram seus resultados.

Ficou comprovado que a melhor concentração para as mulheres que usam Minoxidil tópico é 2%, já que assim o produto não apenas é efetivo, como também apresenta menos efeitos colaterais.

Minoxidil é um vasodilatador, ou seja, atua na melhora da circulação sanguínea onde é aplicado e assim os folículos são estimulados a produzir novos fios.

Esse não é um tratamento mágico, e os resultados do Minoxidil podem demorar até seis meses para aparecer, mas os fios nascem mais saudáveis e fortes do que os anteriores.

Atualmente, você pode comprar Minoxidil em três versões: loção, espuma e comprimidos. Falaremos mais a respeito delas abaixo.

Minoxidil tópico

O Minoxidil tópico pode ser encontrado em duas versões: em loção e em espuma. Ambas devem ser aplicadas sobre a pele.

Consideradas como as formas mais seguras de Minoxidil, elas não afetam as taxas hormonais e não geram qualquer reação interna no corpo, já que apenas uma quantidade insignificante é absorvida pelo organismo.

Os efeitos colaterais das duas formas são muito semelhantes, embora a loção tenha propilenoglicol, que é um álcool, sendo a mais agressiva para pele.

A versão em espuma não tem álcool na composição, por isso é mais indicada para mulheres que tenham a pele do couro cabeludo mais sensível e para aquelas que não querem enfrentar os efeitos colaterais.

E por falar em efeitos colaterais, fizemos uma lista para te mostrar quais são as reações adversas mais comuns entre as pacientes que usam Minoxidil:

  • Alergia na pele.
  • Hipertricose.
  • Irritação na pele.
  • Descamação na área aplicada.
  • Coceira.

Muitas das usuárias de Minoxidil ficam assustadas e até mesmo desesperadas quando se deparam com o efeito shedding, que pode ser um tanto quanto negativo para a autoestima.

O efeito shedding trata de uma queda nos cabelos que já existiam no local onde o Minoxidil está sendo aplicado. Esses fios fracos precisam ser retirados para que o folículo fique livre para a produção do novo.

Nesse momento, o mais importante é manter a calma apesar do desconforto.

Se o tratamento for interrompido, os fios antigos e expulsos não voltam a crescer e os fios novos ainda não terão se formado.

Interromper o tratamento com Minoxidil durante o efeito shedding pode resultar em um aumento da área de calvície ou das falhas.

Minoxidil Comprimidos

Essa é a versão de Minoxidil menos procurada para tratar a calvície feminina, porque foi criada para o tratamento de hipertensão.

O maior medo relacionado ao uso do Minoxidil comprimidos é que apesar de ele funcionar também para melhorar a calvície, seus efeitos colaterais internos podem ser notados em todo o corpo.

Além disso, Minoxidil comprimidos não é tão eficaz para o tratamento da calvície feminina e das falhas, porque não age na área específica da queda de fios.

Mesmo assim, estudos afirmam que as doses baixas do comprimido de Minoxidil são úteis no combate à calvície.

Essa é a lista com os efeitos colaterais mais comuns nos usuários dos comprimidos de Minoxidil:

  • Hipertricose.
  • Alteração na cor dos fios do corpo.
  • Taquicardia.
  • Alterações no eletrocardiograma.
  • Pericardite.

Minoxidil depois dos 30 é uma boa ideia?

Muitas mulheres costumam desenvolver a calvície feminina apenas após os 30 anos de idade por causa de uma série de fatores.

Mas todas já sabem que o nosso organismo está em constante mudança, principalmente após os 30 anos e cada vez mais conforme se aproxima a menopausa, que ocorre em diferentes idades nas mulheres.

Se o seu medo é usar Minoxidil depois dos 30, pode ficar tranquila! Não existem estudos que impedem o uso dessa medicação.

A verdade é que grande parte dos estudos já conhecidos sobre a eficácia do Minoxidil são feitos com pessoas de diferentes idades.

Também não existem restrições de idade nas bulas dos diferentes tipos de Minoxidil, o que sugere que até mesmo para as idosas esse é um produto seguro.

Mesmo assim, quando o assunto são os comprimidos de Minoxidil, quanto mais velha for a paciente, mais estará exposta aos efeitos colaterais dessa forma. É o que dizem os estudos.

Onde comprar Minoxidil tópico?

Quem tem mais de 30 anos e quer comprar alguma das versões mais seguras de Minoxidil pode checar a loja Gigi Hair.

Além de vender Minoxidil de diferentes marcas e em diferentes versões, a loja Gigi Hair também vende suplementos e tudo o que você precisa para manter seu cabelo saudável!

Gostou de descobrir que pode usar Minoxidil depois dos 30? Então compartilha com as amigas que também querem acabar com a calvície feminina!

Você tem alguma experiência com o Minoxidil? Não deixe de contar aqui nos comentários quais foram os resultados.

Fontes:

https://consultaremedios.com.br/minoxidil/bula

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6691938/

https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0190962220321095

https://repositorio.ufscar.br/bitstream/handle/ufscar/6151/2757.pdf?sequence=1&isAllowed=y

https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT00151515

https://consultaremedios.com.br/minoxidil-5/bula

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *