Qual a diferença entre Minoxidil e Rogaine?

O começo do uso do Minoxidil aconteceu no fim dos anos 70 de forma despretensiosa.

Isso porque a principal indicação para este medicamento era o controle da pressão arterial.

No entanto, durante este uso, os pacientes notaram o crescimento do cabelo e da barba.

Assim, estudos científicos evidenciaram que o Minoxidil prolonga a fase de crescimento dos fios.

Dessa maneira, os médicos, até hoje, indicam esse estimulante como tratamento para calvície.

Apesar de ser um método convencional, o uso do Minoxidil ainda é novo e pode causar dúvidas.

Uma delas é em relação entre Minoxidil e Rogaine: O que eles são de fato?

Tal questão deixa muitas pessoas confusas. Você é uma dessas?

Se for, acompanha a leitura deste artigo, porque vamos diferenciar ambos os termos.

Entendendo a diferença entre Minoxidil e Rogaine

Estamos aqui semanalmente falando sobre o Minoxidil e sobre o Rogaine.

Mas, até então, não nos tocamos que ambos os termos podem gerar confusão. Assim, viemos diferenciar tais palavras para que você deixe a dúvida de lado e procure tratar, de forma adequada, a calvície.

Então, qual a principal diferença do Minoxidil para o Rogaine?

Minoxidil é uma substância que está presente em duas concentrações: de 2% e 5%. Esta, por sua vez, funciona como um estimulante que age na dilatação dos vasos sanguíneos. A partir disso, o transporte de oxigênio e nutrientes fica mais fácil e contribui para crescimento dos fios.

Além disso, o Minoxidil também é responsável por diminuir o problema da queda dos fios.

O Rogaine é, por sua vez, uma marca de Minoxidil.

Apesar de existirem outras como a Kirkland e Foligain, a popularidade da Rogaine é forte principalmente por dois motivos: ser a pioneira do ramo e a eficiência que a marca propõe.

Antes e depois do Minoxidil Rogaine

Sabemos que nem sempre é fácil acreditar na eficácia de um produto especialmente quando o item parece agir como um milagre. Por isso, então, trouxemos evidências fotográficas de que Minoxidil Rogaine é bom para nós, mulheres, que apresentam o diagnóstico de calvície. Veja:

Como usar o Minoxidil Rogaine

O quadro de queda capilar pode ser desesperador para muitas mulheres. Nesse contexto, então, o Minoxidil Rogaine vira um amigo para as que estão passando por essa situação.

Assim, apesar de possíveis colaterais e do efeito shedding, não desista do tratamento e use de forma correta:

  • Aplique o Minoxidil Rogaine na área capilar que apresenta queda dos fios
  • Faça uma massagem na região durante a aplicação para que a absorção do estimulante seja completa
  • Depois da aplicação, lave as mãos para não correr o risco de contaminar olhos e boca
  • Após algumas horas, enxágue e retire todo o Minoxidil Rogaine

Você pode utilizar o Minoxidil Rogaine durante o dia sendo que, nesse caso, é preciso ter cuidado na hora de retirar a substância.

No entanto, caso sua rotina diurna seja agitada, pode aplicar Minoxidil Rogaine à noite.

Esse tratamento costuma durar cerca de 90 dias para apresentar os resultados satisfatórios. Tal período pode parecer longo e, por vezes, gera certa desanimação entre as pacientes. No entanto, os benefícios são animadores, como você pode perceber nos antes e depois acima.

Quem pode usar o Minoxidil Rogaine?

O Minoxidil para cabelo e o Minoxidil para barba é uma realidade de homens e mulheres. Sendo assim, o uso desse estimulante pode proporcionar resultados bem satisfatórios para pessoas de ambos os gêneros (feminino e masculino). Isso, claro, para pessoas maiores de 18 anos.

Nas mulheres, a aplicação do Minoxidil Rogaine deve acontecer somente no couro cabeludo. Por ser uma área sensível e uma substância concentrada, médicos não indicam esse estimulante para grávidas e para mulheres que estão amamentando. Assim, evita-se possíveis problemas.

Minoxidil Rogaine espuma X loção

 

Atualmente, podemos encontrar o Minoxidil da marca Rogaine em duas versões: em espuma ou em loção.

Apesar da diferenciação, até o momento, não há nenhuma evidência de que um é melhor que outro. Sabendo disso, então, qual a principal distinção entre elas?

Bom, sem muitas delongas, o Minoxidil em espuma não conta com álcool na composição química. Sendo assim, essa versão é uma alternativa para a mulher que tem hipersensibilidade no couro cabeludo e/ou na pele e deseja minimizar os riscos de aparecer efeitos colaterais.

O Minoxidil em loção é bem diferente. Isso porque ele tem um ingrediente alcóolico na fórmula que, por sua vez, deixa mais suscetível ao aparecimento de reações adversas. Além disso, tal elemento também faz com que a loção tenha aroma de álcool e consistência oleosa e líquida.

Qual Rogaine escolher: 2% ou 5%?

É possível encontrar, com mais facilidade, o Minoxidil na concentração de 5% que costuma ser eficaz para todos os casos, sem distinção. No entanto, o médico pode prescrever o Minoxidil de 2% se ele julgar necessário. Isso acontece em determinados casos de calvície feminina.

 

Curtiu o nosso artigo?

Você usa Minoxidil Rogaine para calvície?

Se sim, nos conte mais sobre esse processo!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram

FRETE GRÁTIS PARA TODO BRASIL

GIGI HAIR