Rogaine em espuma virou líquido: o que fazer?

Embora o Rogaine em loção ainda seja a versão favorita da grande maioria das pessoas, nos últimos anos o Rogaine em espuma também tem conquistado muitos consumidores – principalmente as mulheres.

Se você já usou qualquer Minoxidil em loção para tratar a calvície feminina, sabe muito bem como ele pode alterar a aparência dos fios.

A maior queixa sobre o Minoxidil em loção costuma ser quanto à oleosidade no cabelo, mas esse não é o único efeito colateral que essa versão pode causar.

Ressecamento, coceira, vermelhidão e irritação são outros efeitos adversos que incomodam muitas mulheres.

O Rogaine em espuma surgiu como uma alternativa de tratamento contra a calvície para os homens e mulheres que tem um couro cabeludo mais sensível ou simplesmente não querem lidar com a oleosidade capilar.

Mas, assim como qualquer outro produto, o Rogaine em espuma não é perfeito e pode causar algumas dores de cabeça.

A grande maioria das queixas está relacionada a sua consistência.

Por se tratar de uma espuma, muitas vezes, quando esquecido em ambientes com temperaturas elevadas, o Rogaine em espuma pode acabar derretendo.

Quando isso ocorre, as primeiras perguntas que passam pela nossa cabeça são “e agora? Ainda dá para usar?”.

Afinal de contas, o tratamento com Minoxidil não é muito acessível.

Perder um frasco pode representar um prejuízo de mais de R$100,00, dependendo do quanto você pagou.

Sendo assim, é mais do que válido que você queira saber se dá para usar o Rogaine em espuma depois de derretido ou não.

E estamos aqui para tirar essa dúvida de uma vez por todas.

Afinal, dá pra usar Rogaine em espuma depois que derreteu?

Quer descobrir a resposta? Então vem com a gente!

Veja também: Minoxidil no cabelo seco ou úmido?

Por que o Rogaine em espuma vira líquido?

Rogaine espuma derreteu

Se você já leu as instruções presentes no rótulo do Rogaine em espuma, sabe que a marca deixa bem claro em qual temperatura o produto deve ficar – entre 20 e 25°C.

Qualquer temperatura mais elevada do que essa pode acabar comprometendo a consistência do Rogaine em espuma.

Ou seja, na teoria, basta manter seu Rogaine em espuma longe do fogão, aquecedor, sol, não esquecer no carro etc que não vai derretar.

Porém, infelizmente na prática as coisas não são tão simples assim.

Vivemos em um país tropical. As temperaturas elevadas são mais do que comuns. Durante o verão, o termometro de muitas cidades alcancça os 40°C sem muitos esforços.

Ou seja, manter o Rogaine em espuma longe do calor pode não ser uma tarefa tão fácil quanto parece, principalmente para aquelas que moram em regiões ainda mais quentes, como o nordeste e o norte.

“Posso guardar meu Minoxidil em espuma na geladeira?”

Algumas pessoas alegam que isso pode comprometer a eficácia do Minoxidil. Então é mehor evitar, combinado?

“Então o que eu devo fazer?”

Calma que você já vai descobrir.

Veja também: Tudo sobre o Avicis solução para queda capilar!

Rogaine em espuma no calor perde a eficácia?

A resposta é muito mais simples do que parece.

A chave da pergunta central desse post é… Outra pergunta.

Diga-nos, você que já usou o Rogaine em espuma incontáveis vezes: o que acontece quando a espuma encosta no seu couro cabeludo?

Ela derrete, certo?

Dois principais fatores contribuem para isso – o calor natural do seu couro cabeludo e aquele que surge a partir da massagem que você faz na hora de aplicar.

Agora nos responda outra coisa: se o Rogaine em espuma vai derreter de qualquer forma ao entrar em contato com o seu cabelo, por que deveríamos nos preocupar se esse processo ocorre dentro da lata?

Não faz sentido, não é mesmo?

Nós dissemos que era mais simples do que parece!

Veja também: Minoxidil resseca o cabelo ou deixa ele oleosos? O que fazer?

Resumindo…

O Rogaine em espuma não perde a eficácia depois que derrete. Ele apenas perde sua consistência de espuma.

Você sabia que existem pessoas que derretem o Rogaine em espuma para poder transformá-lo em uma loção? Pois é!

Embora sua fórmula seja menos prejudicial à saúde e aparência do couro cabeludo, muitos reclamam que a consistência de espuma dificulta a aplicação.

O que fazer com o Rogaine em espuma derretido?

Não há por que se preocupar se o seu Rogaine em espuma eventualmente derreter. Você poderá continuar seu tratamento normalmente. A única diferença será em relação à aplicação, já que a espuma foi “substituída” pela loção.

Ou seja, depois de derretido, o Rogaine em espuma deverá ser aplicado como se fosse uma loção. Para isso, conte com a ajuda de um conta-gotas, que facilitará a aplicação.

Caso você sinta alguma diferença, como um efeito colateral novo ou uma queda súbita de cabelo, o ideal é suspender o tratamento e procurar um dermatologista tricologista.

Apenas esse profissional de saúde será capaz de identificar a real causa desses problemas e a melhor maneira de tratá-los.

Veja também: As dúvidas mais comuns sobre o uso do Minoxidil e suas respostas

Quer comprar seu Minoxidil mas não sabe como?

Na GiGiHair você encontra diversas marcas e tipos de Minoxidil diferentes, incluindo o Rogaine em espuma.

CLIQUE AQUI PARA ADQUIRIR SEU MINOXIDIL!

Acesse e confira!

Tudo sobre Minoxidil comprimido para mulheres

Por muito tempo o uso do Minoxidil foi aprovado apenas para os homens.

Nos primeiros anos havia pouquíssimos estudos sobre o uso do medicamento, principalmente no que tangia a calvície feminina.

Por conta disso, durante anos os pesquisadores acreditaram que o Minoxidil poderia ser prejudicial às mulheres.

Felizmente, após algumas décadas o uso do Minoxidil em loção foi finalmente aprovado para o tratamento da calvície feminina.

Mas ainda assim muitas mulheres continuam tendo medo de usar o Minoxidil de uso tópico, seja ele em espuma ou loção.

Recentemente, mais uma versão do medicamento surgiu – o Minoxidil comprimido.

Você já ouviu falar nessa novidade?

O Minoxidil comprimido surgiu como como uma alternativa de tratamento para aqueles que não se adaptam bem ao Minoxidil de uso tópico.

Sabe aquela oleosidade desagradável, as coceiras e ressecamento que a loção costuma provocar?

Uma das vantagens do Minoxidil comprimido é que os usuários não precisam lidar com esses efeitos colaterais.

Mas será que o Minoxidil comprimido está liberado para as mulheres?

Será que ele é melhor que o Minoxidil de uso tópico?

Quais são seus efeitos colaterais?

Ficou curiosa para descobrir a resposta dessas perguntas, não é?

Então continue lendo esse post para conferir essas e muitas outras respostas sobre o Minoxidil comprimido!

Veja também: Tudo sobre o Avicis solução para queda capilar!

Minoxidil comprimido funciona para mulheres?

Sim!

O Minoxidil comprimido demonstrou ser eficaz contra a calvície feminina em diversas pesquisas.

Em 2020, um estudo publicado no Jornal da Academia Americana de Dermatologia comparou a eficácia do Minoxidil tópico 5% com o Minoxidil comprimido no tratamento contra a calvície feminina.

Os resultados mostraram que, assim como o Minoxidil em loção, o Minoxidil comprimido também é uma ótima alternativa de tratamento para as mulheres.

Minoxidil comprimido ou Minoxidil tópico? Qual é melhor?

minoxidil comprimido para mulheres

A questão não é qual Minoxidil é melhor.

Como já explicamos anteriormente, o Minoxidil comprimido surgiu como uma alternativa para aqueles que não se adaptaram à loção.

Ou seja, para algumas pessoas o Minoxidil comprimido pode ser a melhor opção, assim como, para outras, a versão tópica pode valer mais a pena.

A única diferença em relação à eficácia das duas versões é que os resultados do tratamento com Minoxidil comprimido costumam surgir mais rapidamente.

Como saber qual é melhor para mim?

Apenas um dermatologista tricologista qualificado será capaz de te responder.

Ele irá te examinar, verificar seu histórico, fazer exames se necessário e avaliar seu caso.

Veja também: Minoxidil resseca o cabelo ou deixa ele oleosos? O que fazer?

Efeitos colaterais do Minoxidil comprimido

minoxidil comprimido para mulheres

Assim como qualquer medicamento, o Minoxidil comprimido também causa alguns efeitos colaterais.

Principalmente porque, diferentemente da versão em loção e espuma, o Minoxidil comprimido é um medicamento de ação sistêmica.

Enquanto as versões de uso tópico agem apenas na região do couro cabeludo, o Minoxidil comprimido passa pela circulação sanguínea.

Ainda assim, os efeitos colaterais não costumam ser um problema para a grande maioria dos usuários.

O mais comum e que mais incomoda as mulheres é a hipertricose (surgimento de pelos em outros lugares).

Isso não costuma ser um problema para os homens, mas as mulheres costumam se incomodar por conta da aparência.

A boa notícia é que isso é facilmente controlável. Uma diminuição na dose do Minoxidil comprimido pode ser o suficiente para resolver.

Outro efeito colateral desagradável é o temido efeito shedding, caracterizado pela renovação do ciclo capilar.

Mas a queda capilar do efeito shedding é necessária. Não desista do tratamento por conta disso!

Entre os efeitos colaterais menos comuns estão inchaço nas pernas e urticárias.

Ao contrário do que algumas pensam, o Minoxidil comprimido NÃO engorda.

Qual é a dosagem do Minoxidil comprimido para mulheres?

A dosagem do Minoxidil comprimido varia bastante de pessoa para pessoa.

As mulheres normalmente são orientadas a tomar doses mais baixas, entre 0,25mg e 1mg.

Porém, isso não é uma regra. Alguns casos podem requerer dosagens superiores a essas.

Como comprar Minoxidil comprimido? Existe manipulado?

minoxidil comprimido para mulheres

O Minoxidil comprimido não deve ser comprado sem receita.

Por se tratar de um medicamento de ação sistêmica, seu uso envolve muito mais riscos do que o uso do Minoxidil tópico.

Sendo assim, é muito importante que o tratamento com Minoxidil comprimido seja acompanhado por um profissional qualificado.

Sim, é possível manipular o Minoxidil comprimido. Inclusive, essa medicação só pode ser adquirida através de manipulação.

No entanto, para manipulá-lo é necessária uma receita médica.

Veja também: As dúvidas mais comuns sobre o uso do Minoxidil e suas respostas

O Minoxidil em loção e espuma não exigem receita.

Sabia que você pode adquirir o seu sem sair de casa?

Na loja GiGiHair é possível encontrar diversas marcas diferentes de Minoxidil.

E o melhor – com entrega, originalidade e qualidade garantidas desde a compra até a chegada da encomenda!

Adquira já o seu Minoxidil aqui!

E aí, o que você achou desse post?

Esclarecemos todas as suas dúvidas sobre o Minoxidil comprimido para mulheres?

Restou alguma?

Então conta pra gente aqui nos comentários para que possamos saná-la 🙂

Fontes:

Dr. Paulo Müller CRM/PR 21.646

Dr. Lucas Fustinoni CRM 30.155

Dr. Maria Angélica Muricy Sanseverino CRM/PR 14.787

 

Minoxidil no cabelo seco ou úmido?

Desde que o uso do Minoxidil foi aprovado para tratar a calvície feminina, cada vez mais mulheres vêm apostando no produto.

O Minoxidil está no mercado há muitos anos. Inúmeros estudos já foram realizados para comprovar sua eficácia, compará-lo a outras loções capilares etc.

Mas ainda restam muitas dúvidas sobre o Minoxidil. Principalmente entre os usuários do produto.

Uma das mais dúvidas mais recorrentes – e a que vamos discutir hoje – é em relação a sua aplicação.

Afinal, o Minoxidil deve ser aplicado no cabelo seco ou úmido?

Aplicá-lo da maneira incorreta pode comprometer os resultados do tratamento?

Curiosa para saber a resposta dessas e outras perguntas?

Então é só continuar a leitura para conferir as respostas!

Como age o Minoxidil?

minoxidil seco ou úmido

Antes de qualquer coisa, é muito importante entender como a fórmula do Minoxidil age no couro cabeludo para promover o crescimento capilar.

O Minoxidil é um vasodilatador. Inclusive, seu primeiro uso foi para o tratamento de casos de hipertensão.

Posteriormente verificou-se que um de seus efeitos colaterais consistia no crescimento dos fios, e foi aí que o Minoxidil passou a ser utilizado de forma tópica.

Basicamente, o Minoxidil age nos folículos capilares contra a queda capilar da mesma maneira que age nos vasos impedindo a hipertensão.

Ele promove a dilatação dos folículos capilares e estimula a circulação sanguínea na área do couro cabeludo, o que facilita a saída dos fios.

Mas esse não é o único mecanismo de ação do Minoxidil.

Algumas teorias sugerem que o medicamento também interfere positivamente no ciclo de crescimento do cabelo.

O Minoxidil encurta a fase de queda (telógena) e prolonga a fase de crescimento (anágena).

O resultado são fios mais longos e resistentes.

Veja também: As dúvidas mais comuns sobre o uso do Minoxidil e suas respostas

Afinal, o Minoxidil deve ser aplicado no cabelo seco ou úmido?

minoxidil seco ou úmido

Agora vamos ao que realmente nos interessa.

Afinal, o Minoxidil deve ser aplicado no cabelo seco ou úmido?

Bom, a resposta não é muito simples.

Lembra que comentamos que algumas questões acerca do uso de Minoxidil ainda não estão 100% esclarecidas?

Essa é uma delas.

Alguns dermatologistas recomendam o uso nos fios secos, outros nos fios úmidos. Ou seja, não há um consenso.

No entanto, um estudo realizado com ratos de laboratório em 2016 pode ser a resposta que procuramos.

Resumidamente, os resultados desse estudo indicam que a aplicação do Minoxidil nos fios ainda úmidos pode contribuir para uma melhor penetração do produto.

A explicação, segundo os pesquisadores, está relacionada principalmente ao fato de a umidade prevenir a cristalização do Minoxidil e, consequentemente, aumentar o período de ação do produto.

Mas esse é apenas um estudo.

Para que possamos afirmar com certeza que a melhor maneira de aplicar Minoxidil é com o couro cabeludo molhado, mais pesquisas são necessárias.

Veja também: Disfarce a testa grande com minoxidil

Resumindo…

Ainda não há um consenso sobre se o Minoxidil deve ser aplicado no couro cabeludo seco ou úmido.

Apesar disso, alguns estudos sugerem que a aplicação no couro cabeludo ainda úmido pode ser mais benéfica e entregar melhores resultados.

Ou seja, fica a seu critério.

Você pode testar e ver qual método funciona melhor.

Como usar Minoxidil?

minoxidil seco ou úmido

Uma coisa é certa: nada disso que comentamos importa se você não aplica o Minoxidil da maneira correta.

Sabemos que o uso dessa loção é novidade para muitas mulheres.

Sendo assim, é natural que ainda existam outras dúvidas referentes à aplicação do Minoxidil.

É muito importante saber como aplicá-lo da maneira correta pois isso afetará diretamente os resultados do tratamento.

E você não quer jogar seu dinheiro fora, né?

Pensando nisso nós vamos agora te ensinar a aplicar o Minoxidil da maneira correta!

O produto deve ser aplicado no couro cabeludo duas vezes ao dia.

As aplicações devem ter um intervalo de 12 horas. Ou seja, se a primeira aplicação for feita às 8 da manhã, a segunda deverá ser feita às 8 da noite.

Com a ajuda do aplicador em conta-gotas, coloque 1mL (nem mais, nem menos) do produto e massageie bem, deixando toda a área a ser tratada úmida.

Evite a exposição à luz solar enquanto estiver com o produto.

Lembrando que a aplicação só deverá ser feita duas vezes ao dia se a concentração do Minoxidil for de 2%.

Caso você tenha optado pela concentração de 5%, aí a aplicação deverá ser realizada apenas uma vez ao dia.

Veja também: Estudo concluiu – Mulheres podem utilizar a versão masculina do minoxidil!

Não sabe onde adquirir seu Minoxidil?

Na Gigi’s Hair você encontra mil e uma opções de tipos e marcas de Minoxidil!

Adquira já o seu aqui!

Veja também: Qual marca de minoxidil comprar: Kirkland ou Pant? Qual tem o melhor custo x benefícios?

E aí, o que você achou desse artigo?

Conseguimos esclarecer suas dúvidas sobre o modo de aplicação do Minoxidil?

Caso tenha restado alguma, basta compartilhar conosco aqui nos comentários.

Teremos prazer em respondê-la!

 

Minoxidil 5% com baixo teor de álcool é bom?

Por mais incrível que possa parecer, mais de 5% das mulheres também sofrem com o problema da calvície.

Esse problema é também conhecido como alopecia androgenética, doença de origem genética ou hormonal.

E apesar do cabelo não ser essencial para sobreviver, com essa perda de cabelos na região do couro cabelo, e com o afinamento dos fios, muitas mulheres acabam insatisfeitas e com seus psicológicos abalados por causa da estética, e buscam por métodos mais eficazes para tratar da problemática.

Essas falhas no couro, entradas, e queda de fato geram muita frustração feminina. Mesmo que mulheres não fiquem totalmente calvas como os homens.

Dessa forma, começaram a surgir diversos tipos e marcas de Minoxidil, que é um dos medicamentos mais indicados para esses tratamentos de calvície.

Dentro desses Minoxidil, existe o Minoxidil com baixo ter de álcool, que é o da marca Foligain.

Mas o que o Minoxidil com baixo teor de álcool pode oferecer de vantagem em relação aos outros Minoxidil?

Bem, não se preocupe!

Essa e outras dúvidas vamos te responder ao decorrer desse artigo.

Curiosa? Continue lendo para saber mais!

Veja também: Minoxidil faz o cabelo crescer? Será verdade?

Quais são as vantagens do Minoxidil 5% com baixo teor de álcool?

As vantagens do Minoxidil com baixo teor de álcool trazem, principalmente, o evitamento de irritações que a base de álcool dos Minoxidil comuns pode gerar.

Essa base de álcool pode causar diversos efeitos colaterais que você provavelmente não vai querer ter, como: coceira e ardência.

Isso desestimula muito a prosseguir com o tratamento!

Com a diminuição do teor alcoólico, o produto mantém a sua eficácia. Ou seja, o álcool é, de certa forma, dispensável. Então para que mantê-lo?!

Pois é, a única função do álcool é a de fixar melhor.

Mas isso não impede o de baixo teor de ter uma ótima fixação também, além disso, existem formas de fazer com que o remédio penetre melhor no couro, como usando mecanismos para potencializar.

Desse modo, o melhor é que você faça uso de um Minoxidil que vá te trazer menos estresse possível.

E, por isso, o Foligain pode ser a sua solução!

O Foligain nada mais é do que a marca que os especialistas mais recomendam.

Costuma trazer ótimos resultados, e o melhor: oferece todos os benefícios do comum, mas sem te incomodar.

Além disso, o Foligain vem super bem embalado e seca mais rapidamente na cabeça.

Incrível, não acha?

Se você já faz uso de outro Minoxidil e não tem mais resultados ou possui muita reação alérgica, o Minoxidil com baixo teor de álcool pode ser o ideal para você!

Veja também: Minoxidil 2% da Foligain – É bom? Funciona? Onde comprar?

Para quais mulheres o Minoxidil 5% com baixo teor de álcool é mais indicado?

A boa notícia é que o Minoxidil 5% pode ser usado por qualquer mulher que tenha problemas com calvície.

Se trata de um medicamento que é comprovado cientificamente, ou seja, é totalmente seguro.

A sua função é combater a queda capilar e ajudar no crescimento e preenchimento de falhas.

Se você possui reação alérgica ou tem um couro cabeludo sensível, esse pode ser o Minoxidil perfeito para você!

Assim você não precisa deixar de iniciar ou interromper o seu tratamento combatendo a alopecia androgenética.

É importante ressaltar que o recomendado é que se procure sempre um médico especialista para melhor avaliação e orientação do caso.

Como usar o Minoxidil 5% com baixo teor de álcool?

Não se preocupe! A aplicação é bem simples.

Se você já conhece o tratamento, é exatamente da mesma forma.

Veja também: As dúvidas mais comuns sobre o uso do Minoxidil e suas respostas

Caso ainda não saiba:

Aplique 1ml do Minoxidil com baixo teor de álcool nos locais afetados.

Utilize o conta-gotas, é prático e fácil!

O uso vai ser efetuado duas vezes ao dia, podendo ser de manhã e à noite.

Não interrompa o tratamento, caso faça, a calvície vai reiniciar.

Onde comprar o Minoxidil com baixo teor de álcool?

Pensado para você, o Minoxidil 5% da Foligain pode ser encontrado em farmácias e lojas virtuais.

Seu valor, para apenas um mês de tratamento, varia de R$180 a R$200,00. Salgado, mas parece valer a pena.

Onde encontro o Minoxidil 5% com baixo teor de álcool?

Com um ótimo custo benefício, na loja barmens.com.br, que além de ter frete grátis para todo o Brasil, o kit para o tratamento de 6 meses está saindo por R$289,90 e pode ser encontrado aqui!

Nessa loja você consegue encontrar diversos outros tipos de Minoxidil, pois ela conta com uma grande variedade de marcas e kits.

Chegou a hora de dizer adeus à calvície de uma maneira mais leve! Tá preparada?

E aí, gostou da nossa dica?

Já experimentou o Minoxidil da Foligain?

O que achou da novidade com baixo teor de álcool?

Comenta aqui embaixo para a gente!

ANTICONCEPCIONAL FAZ O CABELO CAIR: MITO OU VERDADE?

A queda de cabelo nas mulheres não é uma novidade, e aqui temos diversos artigos sobre o assunto e suas origens!

Mas o foco de hoje é nos anticoncepcionais e na sua relação com essa temática da queda de cabelo feminina.

Será uma relação de causa E consequência?!

Os anticoncepcionais são, geralmente, combinações de hormônios com o intuito de prevenir a gravidez ou para tratar algumas doenças específicas.

Existem várias classes de anticoncepcionais, e quem pode determinar qual o mais adequado para cada tipo de caso é um médico ginecologista.

Não se deve usar sem acompanhamento clínico ou receita.

Como todo medicamento, existem efeitos colaterais e efeitos benéficos.

Então, qual a função do anticoncepcional em relação a queda de cabelo?

Bom, existem mulheres que recebem uma piora nessa questão, já para outras acontece uma melhora.

TIPOS DE ANTICONCEPCIONAIS

Alguns anticoncepcionais, que entram na categoria dos anti-androgênicos, são os compostos que impedem que o hormônio masculino faça as suas ações no corpo feminino.

Uma das ações do hormônio masculino é a queda de cabelo, miniaturização do folículo capilar.

Sendo assim, esse grupo de contraceptivo age bloqueando essa função de hiperandrogenismo e acaba auxiliando contra a queda capilar.

Outros anticoncepcionais como, por exemplo, o DIU de mirena, que contém hormônios de progesterona, apesar de menos agressivo, pode sim fazer com que o seu cabelo caia um pouco, principalmente dentro dos três primeiros meses quando o organismo ainda está se adaptando.

Os melhores anticoncepcionais para tratar problemas como a trombose, são os piores para o cabelo e para a pele, e vice-versa.

Infelizmente, ainda não existe um método que faça todos os trabalhos; deixando, então, sempre algum efeito colateral.

Tendo em conta os componentes da progesterona e do etinil-estradiol e suas respectivas quantidades, é o que vai determinar se o seu cabelo vai cair mais ou menos ou se não vai cair.

E, para além da composição da droga, seu corpo também tem influência no fruto, pois cada caso é um caso.

ANTICONCEPCIONAL NO SHAMPOO FAZ O CABELO PARAR DE CRESCER? DESCUBRA!

Que o anticoncepcional no shampoo faz o cabelo crescer ou cair é mito. Não se engane! Se fizer isso, você só vai diluir a pílula no shampoo em vão.

Do ponto de vista científico, o medicamento não tem a capacidade de penetrar no couro cabeludo, e não traz nenhum efeito, bom ou ruim.

PAUSAR O ANTICONCEPCIONAL FAZ O CABELO PARAR DE CAIR?

Início ou parada de anticoncepcional podem trazer a queda, levando em consideração que o corpo estava ou não recebendo um medicamento e agora deve se acostumar ao oposto.

Se o seu anticoncepcional estava fazendo o efeito anti-androgênico, provavelmente seu cabelo vai cair mais agora.

Se ele pertencer ao grupo dos contraceptivos hormonais que possuem mais progesterona e DHT, a possibilidade de parar de cair é maior.

É perceptível que, conforme a mudança brusca ao parar de usufruir do medicamento, o cabelo sofre com isso. Além da queda, pode aumentar também a oleosidade.

INJEÇÃO DE ANTICONCEPCIONAL FAZ O CABELO CAIR?

A resposta é sim.

Tanto as injeções trimestrais quanto as mensais podem causar esse resultado indesejado.

Elas são extremamente invasivas e podem destruir os fios. Influenciam demais no afinamento do cabelo, consequentemente deixando-os mais quebradiços e ralos.

QUAL ANTICONCEPCIONAL FAZ O CABELO PARAR DE CAIR?

Os anticoncepcionais como o DIU de cobre, que não possui hormônios, não vão fazer com que o seu cabelo caia.

Se o seu problema com a queda não tem a ver com o anticoncepcional, provavelmente não vai ser esse medicamento que vai te ajudar.

Na prática, alguns dos melhores contraceptivos para a queda de cabelo são: Diane 35, Selene, Artemidis 35.

Desse modo, você precisa primeiro investigar o seu problema junto com um profissional para descobrir qual a origem e qual melhor forma de tratar dele.

Afinal, você quer recuperar as suas madeixas, não é mesmo?

MINOXIDIL É A SOLUÇÃO PARA QUEDA CAPILAR FEMININA

A performance do Minoxidil é muito notável! Para diferentes casos, esse produto é mesmo capaz de te tirar da calvície e de salvar seus fios.

O Minoxidil pode gerar uma renovação dos fios de cabelo de maneira mais acelerada, e apesar de cair um pouco o cabelo ao começar a usar, processo conhecido como “shedding hair”, não se deve parar o uso, pois após algum tempo o crescimento vai ficar evidente.

Contudo, se o seu problema for hormonal, esse produto pode te ajudar, mas não solucionar o caso completamente, sendo necessário a complementação de outros medicamentos.

E aí, gostou desse artigo?

Seu anticoncepcional faz o seu cabelo cair? Já testou o Minoxidil?

Conta aqui para a gente nos comentários!

Tudo sobre o Avicis solução para queda capilar!

Se o seu problema é a alopecia androgenética, você já ouviu falar no Avicis?

Talvez essa solução capilar possa te ajudar!

Caso ainda não tenha conhecimento, a alopecia androgenética, mais conhecida como calvície, é uma doença hereditária, na qual a DHT (dihidrotestosterona) é a grande protagonista, que causa a infeliz queda de cabelo.

Pois é, mas não se preocupe, visto que entre os diversos meios de acabar com a calvície e a queda de cabelo feminina, a fórmula 17 alfa-estradiol é uma das mais recomendadas por especialistas.

Mas, afinal, será que ela funciona mesmo?

O Avicis, que contém o estradiol – principal hormônio sexual feminino – em sua solução, tem como função produzir e desenvolver as características femininas desde a fase da puberdade, como:

  • alteração da forma do corpo
  • ciclo menstrual
  • mudanças de pele
  • crescimento capilar

Aí sim!

Desta forma, acredita-se que a solução pode ser realmente eficaz para o tratamento em questão, já que de acordo com a bula, o produto promete acelerar a proliferação das células capilares humanas e reduzir o efeito da testosterona nos folículos.

Mas por que a testosterona e o DHT são inimigos?

Bom, a testosterona, hormônio masculino, se converte na dihidrotestosterona, que é o hormônio responsável pela calvície, e esse é o contratempo que queremos reverter, certo?

Além do alfaestradiol, o Avicis dispõe de álcool, inositol, glicerol e água purificada.

Agora que você já conhece um pouco sobre a sua composição, que tal aprender a utilizá-lo?

Como aplicar o Avicis

O frasco do produto possui um aplicador em formato de “bico”, e o indicado é que esteja com os cabelos secos, após, posicione o dispositivo na região afetada e incline-o de cabeça para baixo, depois gire seu aplicador em direção ao “on” (sentido anti-horário), assim o líquido vai ser liberado quase que intuitivamente, sem precisar pressionar a embalagem.

Não se esqueça de deslizar, com movimentos leves, por toda a região necessária, até que toda ela esteja úmida, e de massagear com a ponta dos dedos.

Para fechar, gire o aplicador para o sentido horário, em direção ao off.

Evite de encostar nos olhos e na boca, e lave bem as mãos ao acabar o processo.

Qual a quantidade certa de Avicis?

É importante ressaltar que não vale aumentar a dose recomendada pelo médico, pois não vai acelerar o processo de recuperação, muito menos melhorar os resultados, além disso, pode até causar alguns efeitos colaterais que você vai desejar não ter.

Efeitos colaterais do Avicis

O Avicis pode sim causar alguns efeitos colaterais mesmo que usado de maneira correta, já que possui álcool isopropílico, as reações podem ser coceira, vermelhidão, secura, queimação, mas não se preocupe, são passageiras e nada graves.

Frequência de uso do Avicis

O uso deve ser diário, sendo necessário apenas uma vez por dia, mas o horário fica ao seu critério, porém dê preferência para a noite, assim você pode dormir com o produto no seu cabelo sem preocupações.

Se esquecer de usar, siga com a próxima aplicação. Não use o produto se estiver com sensibilidade ou alguma ferida no couro.

Resultados do Avicis

Os resultados começam a surgir após cerca de 3 meses, e continuamente até um ano, se pausado o tratamento, a doença pode retomar a sua atividade usual.

A partir de pesquisas, esse resultado é positivo em relação às mulheres, promovendo, além do crescimento, novos fios.

Lembrando que essas avaliações são subjetivas, o ideal é que você teste de acordo com seu dermatologista.

Avicis e Minoxidil: qual é o melhor?

Comparadamente, o Avicis não faz com que aumente a queda nos momentos iniciais do tratamento, enquanto o Minoxidil traz esse aumento.

Outro ponto é que o Minoxidil aparenta causar mais irritações e coceiras, e é mais agressivo ao couro.

Entretanto, acontece de os dois serem usados juntos também para um melhor resultado, levando em conta que possuem substâncias diferentes em suas composições, mas isso só deve ser feito com a indicação clínica.

Onde encontrar o Avicis? Qual é seu preço?

Você pode comprar o seu Avicis já pronto em farmácias físicas ou online, ou até mesmo manipular sua fórmula, que acaba saindo mais em conta, entretanto só é possível a manipulação com receita médica.

O valor nas drogarias custa em torno de R$130,00, e a embalagem carrega 100ml. Salgado, né?! Basta descobrir se compensa para o seu problema.

Avicis vale a pena mesmo?

Dependendo da sua expectativa, sim.

Parece que ainda não existe nenhum método que seja completamente eficiente contra essa problemática, mas esse e outros são medicamentos que de fato ajudam no processo de recuperação.

Para cada organismo ele funciona de uma forma, podendo trazer mais ou menos proveitos.

Mas o mais importante é que ele parece ser seguro e gerar efeitos mais brandos.

Em relação ao valor, vale colocar na balança do custo x benefício.

Você já testou o Avicis?

Quais foram os seus resultados?

Conta para a gente aqui nos comentários!