Pilexil substitui Minoxidil?

Descubra se vale a pena substituir Minoxidil por Pilexil!

Muitas mulheres são incomodadas pelas falhas capilares em algum momento da vida.

Esse problema pode gerar a queda da autoestima e outros danos psicológicos.

Afinal, os cabelos chamam muito a atenção e são parte importante do estilo feminino.

A situação fica apenas pior para aquelas que dedicam muito tempo a cuidar dos fios e que estão apegadas.

Existem diversos tratamentos disponíveis no mercado, além de muitos produtos que prometem soluções milagrosas.

Minoxidil é um dos mais famosos, por isso muitas pensam que podem substituir pelo uso do Pilexil.

Fizemos esse artigo para te apresentar os dois produtos.

No final, vamos te contar qual é o melhor entre Pilexil ou Minoxidil.

Minoxidil ou Finasterida para calvície feminina?

Minoxidil

Esse é o produto favorito para muitas mulheres quando o assunto é a calvície feminina ou as falhas capilares.

Ele é um produto internacional e muito indicado por dermatologistas.

A primeira versão de Minoxidil era em comprimidos, feitos para o tratamento de hipertensão.

Depois, graças ao seu potencial de tratamento para calvície, as versões tópicas surgiram.

Apesar disso, as primeiras versões tópicas eram feitas para homens.

Foi apenas quando as marcas notaram que o produto também era sucesso entre as mulheres que surgiu o Minoxidil feminino.

Estudos apontam que a concentração ideal para o público feminino é de 2%, porque é quando apresentam a menor taxa de efeitos colaterais.

Ainda assim, muitas preferem Minoxidil 5%.

Existem duas versões tópicas: espuma e loção.

Elas são aplicadas sobre a pele, apenas no local que precisa de tratamento.

Esse tratamento é um vasodilatador, que melhora a circulação sanguínea onde é aplicado.

Assim, o oxigênio e os nutrientes do sangue conseguem chegar aos folículos e os fios saudáveis voltam a nascer.

Além de estudos internacionais, as próprias usuárias de Minoxidil sempre contam sobre os resultados obtidos.

A youtuber Virgínia Gaya, do canal Conceito Gaya, mostra o antes e depois do seu tratamento. Veja:

Como observamos, na data da imagem o tratamento dela já completava um ano.

Isso porque apesar de Minoxidil ser um dos melhores, ele também precisa de tempo para agir no organismo.

Os primeiros resultados começam a aparecer entre dois e seis meses de uso diário do produto.

Minoxidil age nos folículos, por isso sua ação pode parecer demorada, quando na verdade está ocorrendo desde o início.

Efeitos colaterais do Minoxidil

Saber sobre os efeitos colaterais de qualquer tratamento ou medicamento é importante antes de investir em um produto.

As surpresas inesperadas das reações adversas podem ser muito negativas.

Algumas mulheres ficam receosas quando sabem que o Minoxidil foi criado para o tratamento de hipertensão.

Apesar disso, esse é um dos produtos mais seguros do mercado.

Como o uso é tópico, os efeitos colaterais do Minoxidil ficam restritos à área onde é aplicado.

Além disso, apenas 3,9% dos pacientes apresentaram reações.

Veja os principais efeitos colaterais do Minoxidil:

  • Alergia.
  • Irritação.
  • Hipertricose.
  • Coceira.
  • Descamação.
  • Vermelhidão.

Pilexil

Pilexil não é tão conhecido quanto o Minoxidil.

Na verdade, poucas mulheres usam ou relatam.

Ele é vendido em duas versões: shampoo e loção.

O objetivo de Pilexil é o mesmo do Minoxidil: reduzir a queda de cabelo e auxiliar no nascimento dos fios.

Por isso, muitas mulheres pensam que Pilexil loção pode substituir a loção de Minoxidil.

A fórmula do conjunto de Pilexil contém Capyxil, aminoácidos e vitaminas, além de ser enriquecida com Zinco.

A loção de Pilexil deve ser aplicada diariamente antes de dormir e também é de uso tópico.

Minoxidil depois dos 30 – vale a pena usar?

Efeitos colaterais do Pilexil loção

Assim como ocorre com o Minoxidil, é possível que o Pilexil loção ocasione reações adversas na pele.

Da mesma forma que o Minoxidil, Pilexil loção pode causar:

  • Descamação.
  • Alergia.
  • Vermelhidão.
  • Coceira.
  • Irritação.

Pilexil funciona?

Saber se Pilexil loção funciona ainda é um mistério.

Isso porque não existem muitos relatos do uso desse produto sem o somatório de muitos outros e sequer estudos.

Esse é um dos pontos negativos para o Pilexil, que ainda parece ser pouco confiável.

No blog Homens Que se Cuidam, Juan conta que Pilexil loção não funcionou em seu caso.

Em contrapartida, a blogueira Hellainy do blog Dicas e Toques da Loirinha conta que teve resultados positivos.

Ela aliou o Pilexil loção com o shampoo, o tônico de alecrim, cronograma capilar e vitaminas.

Pilexil shampoo

Ao contrário da loção de Pilexil, o shampoo foi muito elogiado por blogueiras e youtubers que combatem a queda.

Infelizmente, a blogueira Natascha do blog Tá Viajando Menina comenta sobre a mudança na fórmula do shampoo.

Ela diz que agora, ele já não faz mais efeito em seus fios.

Algumas mulheres usam o Pilexil shampoo junto com o Minoxidil e conseguem bons resultados.

Para quem enfrenta a calvície, essa pode ser uma boa dica.

Pilexil ou Minoxidil: qual escolher?

Na hora de escolher um produto, a única pessoa capaz de fazer uma escolha consciente é o próprio usuário.

Nós apenas trazemos as informações a respeito de cada um.

Agora, se você quer saber a nossa opinião, o melhor é Minoxidil.

Além de seus resultados serem comprovados pelos usuários, os estudos internacionais também comprovam sua segurança.

Outro favor a ser avaliado nesse momento é o quanto seu corpo se adapta ao uso de cada um dos produtos.

Muitas pessoas não se acostumam a usar Minoxidil, outras não se dão bem com Pilexil.

Cada organismo reage de forma diferente às substâncias em cada fórmula.

A escolha por um dos dois tratamentos deve ser de cada usuário.

Apesar disso, é preciso ter em mente que Pilexil não é capaz de substituir Minoxidil.

Os dois tratamentos são completamente diferentes.

Onde comprar Minoxidil loção?

Encontrar Minoxidil loção original e com qualidade não é uma tarefa fácil, principalmente quando o assunto é a internet.

Por isso, receber indicações é sempre bom.

A loja Gigi Hair você pode encontrar Minoxidil e também todos os produtos de que precisa para ter cabelos saudáveis.

Os kits de Minoxidil são importados, originais e você pode garantir tratamento para seis meses a partir de R$ 299,00!

Ou seja, em torno de apenas R$ 50,00 por mês!

Além disso, você recebe frete grátis para todo o Brasil na compra de qualquer produto.

Se você gostou de ler sobre Pilexil ou Minoxidil, vai querer conhecer nossos outros artigos aqui no site!

Nós contamos tudo sobre a queda de cabelo e as opções disponíveis de tratamento.

Você já usou ou conhece Pilexil? Deixa sua resposta nos comentários!

Qual o melhor Minoxidil para mulheres?

Fontes: [1] [2] [3]

 

Como lidar com a queda capilar causada pelo câncer de mama?

Conheça 3 formas de lidar com a queda de cabelo do câncer!

A campanha Outubro Rosa é muito conhecida e ocorre em todos os anos.

Com objetivo de conscientizar mulheres e atrair o olhar da medicina para o câncer de mama, ela se mostra fundamental.

Segundo dados do Oncoguia, apenas em 2018 foram registrados 2,1 milhões de novos casos no mundo.

Naquele mesmo ano, mais de 600 mil pessoas morreram por causa da doença.

As campanhas de conscientização abrangem muitos temas.

Sintomas, prevenção e tratamento são as mais comentadas, mas lemos pouco sobre a saúde mental das pacientes.

O cabelo é parte fundamental da autoestima feminina e nós sabemos quão triste pode ser o momento de raspar.

Muitas mulheres não sabem lidar com essa dor e isso apenas piora os quadros de depressão.

Pensando nisso, escrevemos um artigo para falar sobre como lidar com a queda capilar pelo câncer de mama. Leia até o final para saber!

O câncer de mama

O câncer de mama é o maior pesadelo para muitas mulheres.

A verdade é que ninguém está realmente preparada para lidar com a carga emocional da doença.

Ao mesmo tempo em que abate o corpo, a notícia de qualquer câncer afeta o psicológico do paciente.

Embora muitos casos sejam tratados e curados, a doença sempre está associada à morte.

Os principais sintomas do câncer de mama são:

  • Aspecto da pele do peito semelhante à casca de laranja.
  • Dor.
  • Inversão do mamilo.
  • Retração cutânea.
  • Hiperemia.
  • Descamação do mamilo.
  • Secreção fora do período de amamentação ou gestação.

Reconhecer os sinais no início pode ser difícil para muitas mulheres, por isso consultas regulares com o ginecologista são importantes.

Vale lembrar que fazer o autoexame é essencial.

As causas para o câncer de mama não são conhecidas, mas existem fatores de risco para o desenvolvimento da doença.

Entre eles, podemos encontrar:

  • Idade igual ou superior a 50 anos.
  • Primeira menstruação antes dos 12 anos.
  • Menopausa após os 55.
  • Primeira gravidez após os 30 anos.
  • Uso de contraceptivos orais.
  • Reposição hormonal após a menopausa.
  • Ingestão de bebida alcoólica.
  • Sobrepeso e obesidade.
  • Sedentarismo.
  • Exposição à radiação ionizante.

Como lidar com a queda capilar pelo câncer

Raspar o cabelo é uma das consequências de qualquer câncer.

O corpo, que já é enfraquecido pela doença, fica ainda mais fraco quando submetido ao tratamento.

Quimioterapia, radioterapia e outras medicações fazem os fios caírem.

Para evitar a dor de ver seus cabelos caindo aos poucos, muitas mulheres preferem raspar.

Então, vem a inevitável queda na autoestima.

Quem luta contra o câncer de mama sabe que olhar para si no espelho durante o tratamento pode ser desanimador.

O cabelo é parte importante da autoestima de muitas mulheres.

Até mesmo aquelas que optam por raspar sem ter qualquer doença sabem que o estilo é parte importância da aparência.

O maior problema é para aquelas que não gostam de cabelos raspados ou que não puderam optar pela raspagem.

Nesses casos, a autoestima é ainda mais abalada.

Vamos te mostrar as três formas mais comuns para lidar com a queda de cabelo.

Assim, você pode passar por esse momento difícil se sentindo um pouco melhor sobre sua aparência.

Usar lenços

Usar lenços costumava ser reservado às mulheres com câncer, por isso algumas ainda veem eles com certo preconceito.

Apesar disso, os lenços viraram tendência de moda nos últimos anos.

Existem muitas formas de usar e eles dão toques coloridos e cheios de vida à aparência.

Os lenços são vendidos em muitas estampas e podem ser escolhidos de acordo com o gosto de cada mulher.

Eles também são ótimos complementos, que podem ser mantidos após o fim do tratamento.

Perucas

As perucas eram a solução mais procuradas até pouco tempo quando o assunto era o câncer de mama.

Existem muitas opções disponíveis no mercado, em diferentes cores e formatos de cabelos.

O grande problema das perucas é que o valor das mais realistas não é nada acessível.

Elas são um investimento a ser pensado pela mulher, mas definitivamente ajudam a manter a autoestima nesse período.

As perucas são muito usadas por famosas e cada vez mais adquiridas pelas mulheres no Brasil.

Atualmente, a qualidade surpreendente delas permite que sejam realmente confundidas com cabelo humano.

Minoxidil para mulheres

Outra opção que é cada vez mais procurada pelas pacientes do câncer de mama é o Minoxidil.

Esse é o tratamento mais conhecido para alopecia, a calvície feminina.

Segundo o Oncoguia, ele pode ser usado tanto durante o tratamento de quimioterapia, quanto após.

O Minoxidil para mulheres auxilia não apenas no crescimento dos fios, como também a deixar um aspecto mais saudável neles.

Nós falamos mais sobre esse produto aqui no site.

Mas é preciso estar atenta: a fragilidade do corpo pode ocasionar os efeitos colaterais, que tratam de alergias na pele.

Onde comprar Minoxidil para mulheres?

Você quer começar o tratamento para queda capilar pelo câncer com o Minoxidil para mulheres?

Na loja Gigi Hair você encontra as melhores marcas e pode adquirir tratamento para meses com marcas internacionais!

Em qualquer lugar no Brasil, você recebe frete grátis nas suas compras.

Gostou de aprender mais sobre o câncer de mama?

Nesse Outubro Rosa, não deixe de compartilhar para que mais mulheres saibam como lidar com o momento de fragilidade.

Você enfrenta, já enfrentou ou conhece alguém que está enfrentando o câncer de mama? Deixa sua história aqui nos comentários!

Fontes: [1] [2] [3] [4] [5]

Minoxidil ou Finasterida para calvície feminina?

Saiba qual dos dois tratamentos usar para queda de cabelo!

Quando a calvície surge, ela é um desespero para as mulheres.

A queda de cabelo gera baixa autoestima e problemas sociais em muitas delas, já que a região afetada chama atenção.

Para as que dão ainda mais valor aos fios, o processo pode ser ainda mais angustiante.

O lado bom é que já existem diversas opções de tratamento no mercado!

As mais famosas delas são Minoxidil e Finasterida, dois tratamentos diferentes. Então, qual escolher?

Se você ainda não sabe, vamos te contar nesse artigo!

Leia até o final para saber o que são Minoxidil e Finasterida e qual dos dois é o melhor!

O que é Minoxidil?

Minoxidil é um tratamento tópico muito conhecido em diversos países do mundo.

Sua ação vasodilatadora promove a irrigação sanguínea dos folículos e estimula o nascimento de novos fios.

Com efeitos comprovados pelas usuárias e por estudos feitos no mundo, a eficácia de Minoxidil não é uma dúvida.

Primeiramente criado para homens, Minoxidil logo começou a ser usado pelas mulheres que queriam acabar com a queda de cabelo.

Assim, estudos voltados para o uso feminino começaram a ser feitos.

Agora, muitas das marcas já possuem linhas de Minoxidil para cabelo feminino.

Esse público cada vez cresce mais.

Minoxidil é considerado seguro, já que seu uso é tópico. Ele não afeta as taxas hormonais do corpo e age apenas na área onde é aplicado.

Vale lembrar que estamos falando da versão mais famosa de Minoxidil, a loção.

Esse produto também é comercializado em forma de espuma ou de comprimidos.

Para que Minoxidil faça efeito, é preciso aplicar duas vezes ao dia na região onde deseja ter pelos.

Então, os resultados costumam demorar entre dois e seis meses apara aparecer.

Por fim, os fios novos são mais grossos, fortes e saudáveis, dando um aspecto melhor ao cabelo.

Efeitos colaterais do Minoxidil

Minoxidil é considerado como um tratamento seguro, apesar disso ele também possui efeitos colaterais.

Essas são as reações mais comuns:

  • Ressecamento do couro cabeludo.
  • Hipertricose.
  • Reações alérgicas.
  • Descamação da pele.
  • Coceira.
  • Vermelhidão.
  • Irritação na pele.

Minoxidil não deve ser usado por mulheres grávidas, a não ser que seja indicado pelo médico e que tenha acompanhamento.

Quem está em idade fértil e não usa contraceptivos também deve evitar.

Apesar de ser uma das opções mais seguras, estudos em animais revelaram que Minoxidil tem toxicidade reprodutiva.

Ou seja, apresenta riscos potenciais ao feto.

Minoxidil antes e depois

Como já falamos, a eficácia de Minoxidil é comprovada por usuárias e por estudos.

Por isso, nada melhor do que mostrar os resultados de quem usou.

A youtuber Virgínia Gaya, do canal Conceito Gaya no Youtube, conta sua trajetória com Minoxidil após 2 anos. Confira as imagens:

O que é Finasterida?

Finasterida é um tratamento em comprimidos que trata a causa da calvície desde o interior do corpo.

Essa é uma das opções mais usadas em todo o mundo para acabar com a queda de cabelo.

Primeiramente criada para homens, a Finasterida hoje é usada também por mulheres, embora não seja indicada com frequência.

As mulheres que usam não devem estar em idade fértil, grávidas e todas devem fazer acompanhamento com especialistas.

Nesse sentido, as mulheres em idade fértil que optam pelo tratamento com Finasterida devem fazer um severo controle contraceptivo.

No próximo tópico você entenderá melhor o motivo.

Esse tratamento é usado por nomes conhecidos, como Donald Trump, mas até hoje gera certo receio nos homens.

Isso porque neles, os principais sintomas incluem impotência sexual e mudanças no sêmen.

A Finasterida age no hormônio DHT, o principal causador da calvície em homens e mulheres.

Dessa forma, abaixando os níveis, a queda de cabelo tende a acabar.

Assim como o Minoxidil, a Finasterida também foi submetida a estudos.

Como resultado, ficou comprovado que esse medicamento tem bons resultados em 68% dos usuários.

Efeitos colaterais da Finasterida

Do mesmo modo que trata o corpo através de alterações hormonais, os efeitos colaterais da Finasterida tendem a ser piores.

Para os homens isso não é uma dúvida, como falamos acima, mas as mulheres costumam pensar que estão livres.

Nas mulheres, o uso de Finasterida pode causar os seguintes efeitos:

  • Aumento ou dor nas mamas.
  • Reações gastrointestinais.
  • Má formação do feto ou do bebê já nascido (por meio de amamentação).
  • Depressão.
  • Erupção cutânea.
  • Angioedema.

Assim como gestantes e lactantes, pessoas com distúrbios de coagulação sanguínea, hipertensão ou problemas no fígado e rins devem evitar.

A Finasterida só é realmente segura quando o paciente tem o devido acompanhamento médico.

Os efeitos colaterais atingem até 30% dos usuários desse medicamento.

Finasterida antes e depois

Por causa dos efeitos colaterais e dos riscos na idade fértil, Finasterida não é um medicamento muito indicado.

As principais imagens dos resultados são de homens, já que as mulheres restringem-se aos comentários.

Um texto no blog Cabelos de Rainha mostra comparativos de antes e depois da Finasterida. Veja:

Qual é o melhor: Finasterida ou Minoxidil?

Quando o assunto é o melhor tratamento, precisamos sempre dar prioridade à nossa segurança.

Afinal, não vale a pena tratar a queda de cabelo e acabar com a própria saúde, não é?

Por isso, apesar de os dois tratamentos demonstrarem resultados positivos, a melhor opção é Minoxidil.

Ele é efetivo e mais seguro, principalmente para as mulheres.

Finasterida deve ser usada apenas mediante indicação e acompanhamento médico.

Onde comprar Minoxidil?

Você quer começar seu tratamento com Minoxidil e alcançar bons resultados de forma segura?

O próximo passo é descobrir onde comprar as versões originais, com qualidade!

Na loja Gigi Hair você pode encontrar diversas opções de marcas importas de Minoxidil.

Além de garantir seu tratamento por até meses, você recebe frete grátis para compras em todo o Brasil!

Gostou de descobrir qual é o melhor entre Minoxidil e Finasterida?

Temos outros artigos interessantes sobre produtos e queda de cabelo aqui no site!

Já usou Finasterida ou Minoxidil para cabelo?

Conta sua experiência aqui nos comentários!

Fontes:

https://www.bulas.med.br/p/bulas-de-medicamentos/bula/3445/minoxidil+5.htm

https://journals.sagepub.com/doi/pdf/10.1177/039463201202500435

https://consultaremedios.com.br/finasterida/bula

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6691938/

https://consultaremedios.com.br/finasterida-1mg-nova-quimica/bula#composicao

https://kedimanassif.com.br/finasterida-as-mulheres-tambem-podem-usar-o-medicamento/

http://fabianacaraciolo.com.br/blog/finasterida-para-calvicie/

https://tricosalusclinics.com.br/mulher-pode-tomar-finasterida/

Aprenda a usar Minoxidil para sobrancelha

Descubra como usar Minoxidil para as sobrancelhas ficarem volumosas!

Ter sobrancelha com volume é uma tendência que chegou anos atrás e que promete ficar por bastante tempo.

A sobrancelha com volume dá mais equilíbrio aos traços do rosto e ajuda a intensificar o olhar da mulher.

Para alcançar o objetivo, muitas mulheres optam por maquiagens, por pagar profissionais que apliquem henna ou até mesmo se submetem a processos dolorosos, como as tatuagens.

Quem não quer passar toda a vida investindo em tinturas, maquiagens ou retoques de maquiagens precisa conhecer o uso de Minoxidil para sobrancelha.

Elaboramos esse post para te contar o que é e como usar Minoxidil na sobrancelha para conseguir o volume dos sonhos. Confira!

O que é Minoxidil?

Antes de tudo, Minoxidil é um tratamento conhecido em todo o mundo para calvície e falhas capilares.

Muitos homens usam para estimular o nascimento de pelos de barba.

O primeiro produto criado foi feito para homens, mas logo perceberam que ele também é muito útil para mulheres.

Estudos foram voltados para uso de Minoxidil por mulheres concluíram que a concentração ideal para o público feminino é de 2%.

A eficácia é mantida e os efeitos colaterais diminuem.

Dessa forma, as marcas começaram a produzir Minoxidil voltado para o público feminino.

Por isso, o mito de que esse é um tratamento apenas para homens precisa acabar!

Indicado por dermatologistas em todo o mundo, Minoxidil deve ser aplicado duas vezes por dia.

Os resultados costumam demorar alguns meses para serem notados.

Os fios novos costumam nascer fortes, mais grossos e saudáveis do que os anteriores, o que contribui para uma sobrancelha com volume.

Efeitos colaterais do Minoxidil

Ao passo que Minoxidil é um tratamento tópico, que deve ser aplicado com cuidado apenas na área onde deseja que os pelos nasçam, seus efeitos colaterais também restringem-se à pele.

Logo, as reações adversas de Minoxidil não costumam passar de alergias, irritações ou descamações no local onde é aplicado.

Dessa forma, Minoxidil é considerado como um dos tratamentos para crescimento de fios mais seguros.

Minoxidil para sobrancelha com volume é uma boa ideia?

As máscaras usadas na pandemia evidenciaram a importância do olhar, por isso ainda mais mulheres começaram a procurar por tratamentos estéticos na região.

Logo, se ter falhas ou sobrancelhas finas incomodava muitas mulheres, agora passou a ser ainda mais incômodo.

As mais atentas não demoraram a encontrar uma solução incrível e prática para o problema: aplicar Minoxidil para sobrancelha com volume.

Minoxidil para sobrancelha age da mesma forma que os homens usam na barba. Os pelos saudáveis nascem e preenchem o local onde foi aplicado.

Apesar disso, é preciso ter cuidado: os pelos novos vão nascer em qualquer lugar onde Minoxidil for aplicado, por isso você não pode deixar que o produto escorra!

Qual é a opinião de quem usa Minoxidil para sobrancelha?

Conhecer o uso do Minoxidil para sobrancelha é bom, mas você deve estar em dúvida se funciona mesmo, não é?

Nós sabemos que é muito melhor ver os resultados do que ler sobre eles, então fomos atrás de quem usou esse tratamento.

Afinal, ninguém é melhor do que os próprios usuários para falar sobre um produto.

A Youtuber Gaby, do canal Simplesmente Gaby, conta sua trajetória com o uso de Minoxidil para sobrancelha e mostra o antes e depois no canal:

Além disso, o canal Belezatoaqui também mostra o antes e depois do uso de Minoxidil para sobrancelha para corrigir uma falha:

Como usar Minoxidil para sobrancelha com volume?

Ficou interessada em começar o uso de Minoxidil para conquistar sua tão sonhada sobrancelha com volume?

Nós não vamos te deixar ir embora sem ensinar, é claro!

Você só vai precisar de dois materiais para fazer essa aplicação:

  • Minoxidil.
  • Um cotonete.

Depois que tiver o material, basta umedecer a ponta do cotonete com Minoxidil e passar na sobrancelha tendo cuidado para não escorrer.

Além de os pelos nascerem por todo o local onde o Minoxidil escorrer, o produto é prejudicial para o olho, principalmente porque sua química contém álcool, que é corrosivo para a região que precisa estar sempre hidratada.

Lembre-se de que sua pele deve estar limpa e seca no momento da aplicação.

Você pode passar Minoxidil para sobrancelha até 3x ao dia, e a cada 3 meses uma pausa de 2 semanas deve ser feita.

Onde comprar o Minoxidil para mulheres?

Por fim, se você quer saber onde comprar o Minoxidil certo para mulheres, que vai ser efetivo nas suas sobrancelhas, precisa conhecer a loja Gigi Hair.

Lá, você vai encontrar várias marcas importadas de Minoxidil, que são aprovadas em todo o mundo!

E o melhor: além de garantir seu tratamento por meses, a Gigi Hair também oferece frete grátis para compras em todo o Brasil!

Aprender sobre Minoxidil para sobrancelha foi útil para você?

Temos outras dicas de uso para esse produto versátil e famoso aqui no site!

Você usa ou tem interesse em usar Minoxidil para sobrancelha com volume?

Diz aqui nos comentários o que você acha da ideia!

Fontes:

https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/15034503/

https://areademulher.r7.com/dicas-truques/Minoxidil-para-sobrancelha/

 

Minoxidil depois dos 30 – vale a pena usar?

A calvície feminina não é comum, por isso quando ocorre tem consequências psicológicas e emocionais nas pacientes que desenvolvem.

A autoestima abalada leva muitas mulheres a procurarem por soluções para a alopecia, e o Minoxidil é a solução mais popular para esse problema.

Se você desenvolveu a calvície feminina ou está apresentando entradas e falhas depois dos 30 anos, muitas dúvidas sobre a segurança e a eficácia desse produto devem rondar sua mente.

Pensando em responder sua dúvida, fizemos esse texto contando com qual idade pode usar Minoxidil e tudo o que você precisa saber sobre esse produto!

Leia até o final para descobrir.

Como lidar com a queda capilar causada pelo câncer de mama?

O que é Minoxidil?

Usado por milhares de mulheres, você já deve ter alguma conhecida que usa ou que usou Minoxidil e que fala sobre os resultados do produto, não é?

O Minoxidil foi criado inicialmente para homens, mas logo foi um tratamento aderido por mulheres também e é um dos mais indicados por dermatologistas em todo o mundo.

Existem estudos que comprovam a eficácia de Minoxidil tanto em homens quanto em mulheres, além de muitos relatos de pacientes que utilizaram e viram seus resultados.

Ficou comprovado que a melhor concentração para as mulheres que usam Minoxidil tópico é 2%, já que assim o produto não apenas é efetivo, como também apresenta menos efeitos colaterais.

Minoxidil é um vasodilatador, ou seja, atua na melhora da circulação sanguínea onde é aplicado e assim os folículos são estimulados a produzir novos fios.

Esse não é um tratamento mágico, e os resultados do Minoxidil podem demorar até seis meses para aparecer, mas os fios nascem mais saudáveis e fortes do que os anteriores.

Atualmente, você pode comprar Minoxidil em três versões: loção, espuma e comprimidos. Falaremos mais a respeito delas abaixo.

Minoxidil tópico

O Minoxidil tópico pode ser encontrado em duas versões: em loção e em espuma. Ambas devem ser aplicadas sobre a pele.

Consideradas como as formas mais seguras de Minoxidil, elas não afetam as taxas hormonais e não geram qualquer reação interna no corpo, já que apenas uma quantidade insignificante é absorvida pelo organismo.

Os efeitos colaterais das duas formas são muito semelhantes, embora a loção tenha propilenoglicol, que é um álcool, sendo a mais agressiva para pele.

A versão em espuma não tem álcool na composição, por isso é mais indicada para mulheres que tenham a pele do couro cabeludo mais sensível e para aquelas que não querem enfrentar os efeitos colaterais.

E por falar em efeitos colaterais, fizemos uma lista para te mostrar quais são as reações adversas mais comuns entre as pacientes que usam Minoxidil:

  • Alergia na pele.
  • Hipertricose.
  • Irritação na pele.
  • Descamação na área aplicada.
  • Coceira.

Muitas das usuárias de Minoxidil ficam assustadas e até mesmo desesperadas quando se deparam com o efeito shedding, que pode ser um tanto quanto negativo para a autoestima.

O efeito shedding trata de uma queda nos cabelos que já existiam no local onde o Minoxidil está sendo aplicado. Esses fios fracos precisam ser retirados para que o folículo fique livre para a produção do novo.

Nesse momento, o mais importante é manter a calma apesar do desconforto.

Se o tratamento for interrompido, os fios antigos e expulsos não voltam a crescer e os fios novos ainda não terão se formado.

Interromper o tratamento com Minoxidil durante o efeito shedding pode resultar em um aumento da área de calvície ou das falhas.

Minoxidil Comprimidos

Essa é a versão de Minoxidil menos procurada para tratar a calvície feminina, porque foi criada para o tratamento de hipertensão.

O maior medo relacionado ao uso do Minoxidil comprimidos é que apesar de ele funcionar também para melhorar a calvície, seus efeitos colaterais internos podem ser notados em todo o corpo.

Além disso, Minoxidil comprimidos não é tão eficaz para o tratamento da calvície feminina e das falhas, porque não age na área específica da queda de fios.

Mesmo assim, estudos afirmam que as doses baixas do comprimido de Minoxidil são úteis no combate à calvície.

Essa é a lista com os efeitos colaterais mais comuns nos usuários dos comprimidos de Minoxidil:

  • Hipertricose.
  • Alteração na cor dos fios do corpo.
  • Taquicardia.
  • Alterações no eletrocardiograma.
  • Pericardite.

Minoxidil depois dos 30 é uma boa ideia?

Muitas mulheres costumam desenvolver a calvície feminina apenas após os 30 anos de idade por causa de uma série de fatores.

Mas todas já sabem que o nosso organismo está em constante mudança, principalmente após os 30 anos e cada vez mais conforme se aproxima a menopausa, que ocorre em diferentes idades nas mulheres.

Se o seu medo é usar Minoxidil depois dos 30, pode ficar tranquila! Não existem estudos que impedem o uso dessa medicação.

A verdade é que grande parte dos estudos já conhecidos sobre a eficácia do Minoxidil são feitos com pessoas de diferentes idades.

Também não existem restrições de idade nas bulas dos diferentes tipos de Minoxidil, o que sugere que até mesmo para as idosas esse é um produto seguro.

Mesmo assim, quando o assunto são os comprimidos de Minoxidil, quanto mais velha for a paciente, mais estará exposta aos efeitos colaterais dessa forma. É o que dizem os estudos.

Onde comprar Minoxidil tópico?

Quem tem mais de 30 anos e quer comprar alguma das versões mais seguras de Minoxidil pode checar a loja Gigi Hair.

Além de vender Minoxidil de diferentes marcas e em diferentes versões, a loja Gigi Hair também vende suplementos e tudo o que você precisa para manter seu cabelo saudável!

Gostou de descobrir que pode usar Minoxidil depois dos 30!

Então compartilha com as amigas que também querem acabar com a calvície feminina!

Você tem alguma experiência com o Minoxidil? Não deixe de contar aqui nos comentários quais foram os resultados.

Qual o melhor Minoxidil para mulheres?

Fontes:

https://consultaremedios.com.br/minoxidil/bula

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6691938/

https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0190962220321095

https://repositorio.ufscar.br/bitstream/handle/ufscar/6151/2757.pdf?sequence=1&isAllowed=y

https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT00151515

https://consultaremedios.com.br/minoxidil-5/bula

Posso secar o Minoxidil com ventilador ou secador?

Muitas mulheres usam Minoxidil para tratar a incômoda queda de cabelos que gera falhas ou mesmo a calvície feminina, mas a umidade pode ser incômoda e gera medo em relação à formação de caspa.

Nessas horas, as pacientes que estão em tratamento começam a secar Minoxidil com secador de cabelo, mas será que essa é uma boa ideia?

Nesse texto vamos te contar tudo o que você precisa saber sobre o Minoxidil e responder se secar Minoxidil com ventilador ou secador de cabelo é o mais indicado.

Leia até o final para descobrir!

O que é Minoxidil?

Muitas mulheres conhecem Minoxidil, porque ele é o produto mais indicado em todo o mundo para o tratamento da calvície feminina.

A substância é um vasodilatador, que atua na melhora na circulação sanguínea local e que estimula os folículos capilares a produzirem novos fios.

A autoestima das mulheres fica muito abalada quando a calvície feminina surge, além de problemas psicológicos, insegurança e desconforto, já que a cabeça é uma área em evidência.

Existem três versões de Minoxidil disponíveis no mercado: em lição, em espuma ou em comprimidos, embora o uso oral não seja muito utilizado por ocasionar mais efeitos colaterais.

O Minoxidil para mulheres ideal é a concentração 2%, porque gera menos efeitos colaterais, mas não é incomum que dermatologistas indiquem 5% para ser usado uma única vez por dia.

Vemos muitos relatos na internet e de conhecidos que usam e aprovam o Minoxidil, já que ele se mostra efetivo.

Além disso, estudos focados nesse tratamento também comprovam que é eficaz.

É importante que as mulheres que planejam começar a usar Minoxidil tenham atenção à área de aplicação para que o produto não escorra, porque isso pode ocasionar o nascimento de pelos indesejados.

Os fios de cabelo nascem grossos, fortes e saudáveis com Minoxidil, garantindo uma aparência melhor.

Efeitos colaterais do Minoxidil

Minoxidil é considerado como uma das opções mais seguras para o tratamento da calvície feminina, já que é de uso tópico. Apesar disso, ele também tem efeitos colaterais.

Não vamos entrar na lista de efeitos colaterais da versão Minoxidil comprimidos, porque estamos falando apenas sobre as formas tópicas (em loção e em espuma).

As reações adversas do uso de Minoxidil tópico estão ligadas a alergias que podem ocorrer no local de aplicação na pele.

Veja quais são os efeitos colaterais mais comuns do uso de Minoxidil:

  • Descamação da pele.
  • Irritações e alergias na pele.
  • Coceira.
  • Eritema local.
  • Pele seca.
  • Hipertricose.

Muitas das mulheres que usam Minoxidil também notam no começo do tratamento uma queda dos fios já existentes na área onde o produto está sendo aplicado.

Elas relacionam isso aos efeitos colaterais e normalmente interrompem o uso.

A queda de cabelo no começo do tratamento com Minoxidil é normal, chamada de efeito shedding, e não está associada a nenhum efeito colateral.

O efeito shedding ocorre porque para que os novos fios nasçam, é preciso que os folículos estejam desocupados, sendo necessária a remoção dos cabelos antigos e fracos.

Interromper o tratamento nesse momento pode apenas piorar seu quadro de calvície feminina, já que os fios antigos foram expulsos e Minoxidil ainda não teve tempo para formar novos.

Como usar Minoxidil?

Minoxidil é seguro e prático. Sua aplicação não costuma ocupar mais do que dez minutos dos dias das mulheres.

São três passos muitos simples, veja:

  1. Limpe a área onde será feita a aplicação do Minoxidil. Ao lavar o cabelo, evite shampoos que tenham silicone na composição.
  2. Aplique o produto na área de tratamento, começando a partir do centro e espalhando com uma massagem suave.
  3. Lave as mãos cuidadosamente depois de aplicar, para que todos os vestígios do produto sejam eliminados. Ninguém quer um dedo peludo, não é?

No caso da aplicação do Minoxidil 2%, ela deve ser feita duas vezes por dia.

Já no caso da aplicação do Minoxidil 5%, o ideal é que seja feita apenas uma vez ao dia.

Os resultados do uso de Minoxidil costumam demorar até seis meses para que os efeitos sejam notados.

Posso usar Minoxidil e secar o cabelo?

As mulheres têm o costume de secar Minoxidil com ventilador ou com secador de cabelo, porque tem medo de que a umidade gere caspa.

Esse tipo de conselho é muito divulgado na internet.

Mas é aí que mora o perigo: secar Minoxidil com secador de cabelo ou ventilador não é uma boa ideia e não deve ser uma prática aplicada.

Sim, a umidade incomoda, mas um estudo da Universidade de Brasília mostra que Minoxidil funciona melhor justamente por causa dela.

Assim o organismo pode absorver melhor o produto.

Isso ocorre porque quando seca, Minoxidil cristaliza e não é mais absorvido pelo corpo, o que diminui sua eficácia.

O ideal é deixar que o Minoxidil seque naturalmente, processo que pode demorar entre 1 e 2 horas.

Além disso, pode ser bom deixar a área de tratamento levemente úmida antes de aplicar Minoxidil, para que o produto seja melhor absorvido.

Não sabe onde adquirir seu Minoxidil?

Na loja GiGi Hair você encontra diversas opções de Minoxidil para mulheres!

Gostou de aprender sobre secar o cabelo com Minoxidil?

Então compartilha com as amigas que também usam ou querem começar o tratamento para que elas também saibam!

Você já secou seu cabelo com Minoxidil? Conta aqui nos comentários!

Fontes (1) (2) (3)

Minoxidil dá espinha? Quem tem pode usar?

Embora não seja tão falado, saiba que a calvície não é um problema exclusivo dos homens. Também existe calvície feminina.

Geralmente, nas mulheres, esse problema não é tão perceptível já que acontece de uma forma mais lenta.

Além disso, normalmente, as mulheres têm mais cabelo, então, dá pra tentar disfarçar mais a calvície do que os homens.

Mesmo assim, isso não é tão fácil de lidar, porque a calvície feminina influencia diretamente na autoestima das mulheres.

Afinal, o cabelo também é uma forma de nos mostrarmos ao mundo.

Por isso, muitas procuram se consultar com um médico especialista para resolver a questão. Alguns dos tratamentos mais conhecidos e indicados por eles é o uso do Minoxidil para mulheres.

Para além de todas as dúvidas sobre o medicamento, outros questionamentos também surgem.

Os mais comuns são sobre os supostos efeitos: Minoxidil dá espinha? Piora espinha? Engorda? Como o Minoxidil age? Onde posso comprar?

Se você é uma das mulheres que estão confusas se faz – ou não – o uso do Minoxidil por causa dessas perguntas, não precisa se preocupar.

Aqui, nós iremos tentar sanar todos os seus questionamentos.

Então, caso tenha ficado interessada no assunto, acompanha a leitura com a gente e compartilha com suas amigas que também estão na dúvida.  

O que é Minoxidil?

Com certeza você já ouviu falar em Minoxidil. Geralmente, homens o utilizam para tratar calvície ou para melhorar falhas da barba, por exemplo.

Muitas pessoas não sabem, mas mulheres também são indicadas para usar esse medicamento.

Disponível nas concentrações 2% e 5%, o Minoxidil é composto por propilenoglicol e solução hidroalcóolica.

Normalmente, a solução indicada para as mulheres é de 2%, mas isso deve ser conversando com seu médico. Essa substância deve ser aplicada diretamente no couro cabeludo.

Por ela ser vasodilatadora, ao aplicar a solução, a circulação sanguínea na área melhora devido ao aumento do calibre dos vasos sanguíneos. É dessa forma que há o estimulo do crescimento do cabelo.

Mas você se engana se o uso desse remédio é somente nessa região. Muitas mulheres utilizam o Minoxidil para melhorar falhas das sobrancelhas.

Essa substância não é indicada para grávidas ou em mulheres que estão em processo de amamentação. Além disso, se você apresentar sensibilidade ao medicamento, converse com seu médico.

Minoxidil dá espinha?

Geralmente, o Minoxidil é bem tolerado entre homens e mulheres. Porém, como qualquer outro remédio, pode apresentar possíveis efeitos colaterais como:

  • Coceira
  • Descamação do couro cabeludo
  • Reação alérgica

Em relação à autoestima, já é tão complicado lidar com a queda capilar para nós, mulheres, né? Imagina se, além desse problema, aparece outro como a acne?

Ainda não há nenhum estudo que aborde o surgimento de espinhas por conta do tratamento com o Minoxidil. O que é ótimo, né?

O que pode acontecer é o seguinte: Como o Minoxidil loção é uma solução hidroalcóolica, ou seja, contém água e álcool, pode ser que o álcool deixe o rosto bem oleoso.

Dessa forma, pode acontecer de aparecer acnes por essa região.

Isso não quer dizer que vá acontecer. Como falamos anteriormente, não há nenhum teste que comprove a relação Minoxidil e espinhas.

No entanto, caso você tenha medo que isso aconteça, por já ter predisposição a acnes, pode optar pela versão do Minoxidil em espuma.

Se você já sofre com as espinhas, essa também é uma alternativa super válida.

A versão espuma do Minoxidil não contém álcool, logo, o rosto não fica tão oleoso e, consequentemente, não fica tão suscetível para o aparecimento de acnes.

Se você está em dúvida de qual versão do Minoxidil é mais eficiente, fique tranquila. Não há nenhum estudo que comprove que um formato é mais eficaz que o outro.

O melhor a se fazer é conversar com o seu médico sobre a existência dos dois e, juntamente dele, chegar a melhor solução. Além disso, ele pode te acompanhar melhor caso apareçam espinhas.

Onde comprar Minoxidil?

Nos últimos anos, o Minoxidil se popularizou. Dessa forma, muitas marcas começaram a surgir no mercado e muitas lojas a vender o produto.

Entretanto, também sabemos que nem todo mundo age corretamente, principalmente na internet.

Então, o mais ideal é você adquirir o seu medicamento em uma loja que você seja bem atendido e que o produto seja, de fato, de qualidade.

Infelizmente, nem todas os locais são assim. Há muitos casos de venda de Minoxidil vencido.

Pensando no nosso leitor e no transtorno que ele pode passar, sempre decidimos indicar lojas parceiras nossas. Uma delas é a Gigi Hair.

A Gigi Hair tem produtos de qualidade, é confiável e rápida na entrega. Além do Minoxidil loção, a Gigi Hair também vende o Minoxidil espuma. Ótimo, não é?

E aí, gostou do nosso artigo?

Já usou Minoxidil?

Conta pra gente seu relato!

Posso usar Minoxidil com Roacutan?

A calvície feminina afeta a autoestima de muitas mulheres, porque nosso cabelo é parte importante da forma como nos expressamos para o mundo e mostramos um pouco sobre quem somos.

O problema piora ainda mais quando, além de enfrentar a calvície feminina e as falhas capilares, precisamos lidar com espinhas, que por si só já destroem nossa autoimagem.

Se você está passando por esse momento difícil, seu dermatologista já deve ter falado a respeito do Roacutan como solução para as espinhas, mas se você faz ou planeja fazer tratamento capilar com Minoxidil, logo as dúvidas começam a surgir.

Você quer saber se pode usar Roacutan e Minoxidil?

Nós vamos te contar tudo o que você precisa saber a respeito e te apoiar para resolver esse problema!

O que é Roacutan?

O Roacutan é um remédio famoso, usado por muitas famosas e indicado por milhares de dermatologistas em casos de acne.

Para muitas, ele é como uma solução milagrosa, que acaba até mesmo com os piores tipos de acne!

Roacutan é, na verdade, um remédio muito forte, por isso é vendido apenas sob prescrição médica.

Sua fórmula contém isotretinoína, que diminui a ação das glândulas produtoras de sebo e a inflamação da pele, acabando com as bactérias que causam a acne.

O remédio pode ser usado a partir dos doze anos de idade, mas não é indicado por dermatologistas em casos comuns e temporários de acne.

Normalmente, Roacutan demora entre 8 e 16 semanas para que seus efeitos sejam notados na pele da usuária.

As cápsulas de Roacutan devem ser ingeridas duas vezes ao dia, de preferência junto às grandes refeições.

Roacutan é contraindicado para:

  • Pacientes que tenham insuficiência hepática.
  • Pacientes que tenham alergias aos componentes (isotretinoína, parabenos ou soja).
  • Pacientes que tenham aumento excessivo de vitamina A no organismo, observado através de exame de sangue prévio.
  • Pacientes que usam tetraciclinas e derivados.
  • Pacientes que tenham valores lipídicos sanguíneos excessivamente altos.
  • Pacientes grávidas ou que possam engravidar durante o tratamento (ou seja, sem uso de anticoncepcional).
  • Pacientes que estejam amamentando.

Efeitos colaterais do Roacutan

Quem vai fazer ou faz tratamento com Roacutan já deve saber que é preciso preencher um formulário de responsabilidade por causa dos possíveis efeitos colaterais, e é essa a parte que mais assusta as mulheres!

Os efeitos colaterais mais comuns do Roacutan são:

  • Má formação do feto, caso ingerido por mulheres grávidas.
  • Anemia.
  • Aumento ou diminuição na contagem de plaquetas.
  • Blefarite.
  • Irritação ou ressecamento ocular.
  • Aumento na taxa de sedimentação.
  • Conjuntivite.
  • Fragilidade cutânea.
  • Prurido.
  • Ressecamento da pele e dos lábios.
  • Dores musculares, dores articulares ou lombalgia.
  • Aumento de triglicérides e colesterol séricos.
  • Diminuição do HDL.

Antes e depois do Roacutan

Mas todos os efeitos colaterais podem ser evitados ou tratados com paciência pela paciente que faz o devido acompanhamento médico, e em muitos casos valem a pena.

Os resultados do Roacutan são indiscutíveis, já que todas as pessoas que usam apresentam melhora completa ou considerável da acne.

Como já falamos acima, até mesmo famosas já cederam ao tratamento.

Veja o antes e depois de um dos casos mais conhecidos, da Nina Secrets, que tem um canal no Youtube com 3,9 milhões de seguidores e conta sua história com o remédio:

Qual é o valor do Roacutan?

Esse remédio é vendido em quase todas as farmácias do Brasil, sob o nome de Roacutan, que é a mais indicada e efetiva, ou em sua versão genérica, que leva o nome da principal substância em sua composição: isotretinoína.

Ambas as versões podem ser compradas apenas mediante apresentação de receita médica.

O preço da embalagem com 30 cápsulas de Roacutan varia entre R$ 150,00 e R$ 200,00.

Posso usar Roacutan e Minoxidil?

Chegamos ao ponto que mais interessa aquelas mulheres que sofrem com o combo de queda capilar e espinhas!

Será possível tratar os dois problemas ao mesmo tempo?

Enquanto Roacutan é um remédio de uso oral, que age no interior do corpo da paciente, o Minoxidil trata de um vasodilatador de uso tópico, que se restringe à área onde a loção é aplicada.

Em meio a tantas contraindicações e efeitos colaterais do Roacutan, muitas mulheres ficam com medo de unir o uso dos dois remédios.

A boa notícia é que você pode sim usar Roacutan e Minoxidil juntos, como afirma a dermatologista de Belo Horizonte, Marcela Mattos.

Apesar disso, ela alerta que como Roacutan resseca a pele, incluindo o couro cabeludo, e como Minoxidil tem efeitos tópicos como irritações, vermelhidão e coceira, o remédio oral pode agravar essas reações.

Por isso é necessário manter sempre um acompanhamento com seu dermatologista enquanto usa os dois remédios, tópico e oral, para controlar as reações.

Adquira seu Minoxidil com segurança e originalidade garantidas na loja GiGi Hair!

Saber sobre o uso de Roacutan com Minoxidil foi útil?

Então compartilhe para que mais pessoas vejam!

Você tem alguma experiência com o Roacutan ou com o Minoxidil para compartilhar?

Conta aqui nos comentários!

Fontes: (1) (2) (3)

Existe tratamento caseiro para calvície feminina?

Perceber que nossos fios estão caindo é desesperador, mas o sentimento apenas piora quando começamos a notar as falhas em nosso cabelo.

Nesse momento surgem os questionamentos sobre o que está acontecendo e como tratar calvície feminina.

Em meio a tanta informação disponível na internet, acabamos aderindo a tratamentos caseiros que não tem qualquer comprovação científica e é aí que mora o perigo.

Esse artigo vai te mostrar o que a ciência diz sobre alguns dos tratamentos mais famosos para calvície feminina! Fique com a gente até o final para descobrir!

O que é calvície feminina?

A calvície feminina, ou alopecia, é uma condição que atinge muitas mulheres.

Apesar de não ter efeitos fisiológicos nocivos, ela destrói a autoestima de muitas mulheres e faz com que recorram a medidas desesperadas.

A queda de cabelo costuma ser vista com mais frequência em homens, porque a principal causa está relacionada aos hormônios masculinos e hereditariedade, mas isso não é um impeditivo para que muitas mulheres desenvolvam também.

Em mulheres outras causas também estão entre as mais comuns, como uso com pílulas anticoncepcionais, estresse, alterações na tireoide, amamentação, falta de vitaminas, oleosidade do cabelo, entre outros.

Existem algumas classificações para a alopecia e essas são as mais comuns:

  • Alopecia Androgenética

O tipo mais comum de alopecia é aquela relacionada aos hormônios masculinos e à hereditariedade. Muitas mulheres são afetadas pela condição.

  • Alopecia Seborreica

Vista em pacientes que possuem dermatite seborreica.

  • Alopecia Areata

Originada por doenças autoimunes, como lúpus, ou em fatores emocionais.

  • Alopecia Traumática

Causada por traumatismos na cabeça ou pelo costume de arrancar o próprio cabelo, que atinge principalmente pessoas com problema de ansiedade.

  • Eflúvio

Queda capilar que ocorre por um período determinado.

Calvície tem cura?

Todo tipo de calvície feminina tem tratamento, e apenas algumas das variantes não tem cura definitiva.

Os tratamentos mais indicados por dermatologistas incluem remédios ingeridos via oral e soluções tópicas que melhoram a circulação local.

Existem também o método de intradermoterapia capilar, que consiste em microagulhamento com injeção de remédios como Minoxidil.

O importante antes de buscar pelo tratamento é procurar um médico e descobrir qual é a causa da sua calvície feminina.

Tratar diretamente a causa do problema é a forma mais efetiva e definitiva.

Receitas caseiras e naturais para calvície funcionam?

Muitas pessoas optam por um estilo de vida natural, com quantidade nula ou reduzida de industrializados e os efeitos podem ser fantásticos, mas será que funcionam como tratamento caseiro para calvície feminina?

Outro motivo que leva as pessoas a recorrerem a métodos caseiros é a facilidade de encontrar os ingredientes e o baixo custo.

Esses são alguns dos tratamentos caseiros para alopecia mais famosos e o que a ciência diz a respeito:

Óleo de coco no cabelo para combater calvície feminina

O óleo de coco é sempre o tratamento mais indicado pelos adeptos da vida natural para tratar qualquer coisa – literalmente.

Embora tenha muitas propriedades que são comprovadas por relatos de quem usa, um estudo sobre o óleo de coco revelou que existem poucas informações científicas confiáveis a respeito desse produto natural.

As poucas pesquisas feitas tem resultados contraditórios e muitas vezes sem uma base sólida.

Isso significa que não é possível garantir seu efeito contra a queda de cabelo.

Aloe Vera para queda capilar

Todos sabem que a planta Aloe Vera, mais conhecida como babosa, traz muitos benefícios para a saúde da pele e do cabelo, mas sua ação externa não deve ser o suficiente para sua indicação como tratamento para calvície feminina.

Assim como ocorre com o óleo de coco, não existem estudos que comprovem a eficácia da planta Aloe Vera em relação a queda capilar, mesmo que ela seja própria para tratar outros problemas, como dermatite e caspa.

Chá verde para queda capilar

Os benefícios do chá verde para a pele e para a saúde interna do corpo chamam a atenção das pessoas que procuram por soluções desesperadas para conter a queda capilar.

Apesar de estudos in-vitro apontarem seu funcionamento para estímulo do crescimento capilar, ele ainda não é estudado o suficiente para ter comprovação de eficácia no tratamento da calvície feminina.

Minoxidil: melhor tratamento para calvície feminina

Muitas pessoas tentam se aventurar com receitas caseiras que não tem comprovação de eficácia, outras já buscam tratamentos desenvolvidos especialmente para a alopecia feminina.

Existem muitos relatos de mulheres que usam o Minoxidil e veem os resultados positivos, mas ao contrário das receitas caseiras, a comprovação não termina com o conhecimento popular!

Estudos feitos em diversas instituições de renome, como a Universidade Federal de Minas Gerais, confirmaram que Minoxidil para calvície feminina funciona.

Além disso, o tratamento para queda de cabelo com Minoxidil é o mais indicado por dermatologistas em todo o mundo, por ser considerado o mais efeito e um dos menos agressivos para a pele.

O Minoxidil é um vasodilatador para uso tópico, que deve ser aplicado na região do couro cabeludo que está sofrendo quedas. As fórmulas mais eficazes são aquelas nas concentrações 2% e 5%.

Os resultados são gradativos e em grande parte dos casos demoram três meses ou mais para aparecer, mas isso ocorre em grande parte dos tratamentos para calvície feminina, já que trata de uma condição delicada.

Vale a pena comprar Minoxidil para calvície feminina?

O Minoxidil é o tratamento mais adequado e indicado por médicos para tratar a condição, além de ter comprovação de eficácia.

Muitas pessoas gastam muito dinheiro com meses ou até mesmo anos de tratamentos naturais que não funcionam ou que tratam o problema apenas superficialmente.

Nesses casos, o barato pode ser mais caro do que a fórmula especializada.

Na loja Gigi Hair você pode encontrar diversas opções de Minoxidil para comprar com frete grátis!

Gostou de ler sobre os tratamentos para calvície feminina?

Aqui no site você pode ler muito mais sobre a alopecia em mulher e como cuidar!

Tem alguma história para contar sobre Minoxidil e tratamentos para alopecia?

Então conta aqui nos comentários!

Fontes:

Qual o melhor Minoxidil para mulheres?

Nossos cabelos são mais do que nunca um item de estilo, que faz parte da nossa liberdade de expressão e revela parte de quem somos!

Cortes e pinturas são apenas algumas das formas como os personalizamos para nos sentirmos melhor.

Mas tudo vida um pesadelo quando começam a surgir as famosas falhas causadas por alopecia, não é?

Ver nosso cabelo caindo sem controle é desesperador e é aí que começamos a correr atrás de remédios e vitaminas.

Muitas mulheres usam o Minoxidil para tratar a queda de cabelo, que são um grande incômodo e que acabam com a autoestima feminina, trazendo consequências psicológicas negativas.

Se você é uma mulher que quer comprar Minoxidil, mas ainda não sabe como escolher entre as diversas marcas presentes no mercado, então esse post é para você!

Leia até o final e descubra qual o melhor Minoxidil para mulheres.

Minoxidil Kirkland

O Minoxidil Kirkland foi desenvolvido em concentração de 5% para homens, mas muitas mulheres começaram a usar e perceberam seus benefícios também.

Lançado pela marca americana Costco, o Minoxidil Kirkland é um dos mais famosos e procurados, seja por ser uma das que apresenta resultados mais rápido ou por ter um dos melhores custos-benefícios no longo prazo.

Segundo a dermatologista Taynara De Mattos Barreto, apesar de a bula indicar o uso apenas para homens, não há qualquer problema em mulheres usarem também.

Ela ainda acrescenta que a substância é liberada pela FDA, órgão regulador dos EUA.

Nesse caso, o ideal é usar apenas uma vez por dia.

Vantagens do Minoxidil Kirkland

  • Faz o cabelo crescer.
  • Auxilia a circulação sanguínea no local onde foi aplicado.
  • Possui uma das melhores relações custo-benefício do mercado.

Desvantagens do Minoxidil Kirkland

  • Os efeitos colaterais comuns incluem hipertricose, pele seca, dermatite, foliculite, entre outras reações na pele e no couro cabeludo.
  • Existe a possibilidade de taquicardia, hipotensão e retenção líquida resultante de uso exagerado.

O valor de três frascos de Minoxidil Kirkland, tratamento equivalente a três meses, é de R$199,00.

Minoxidil Rogaine

O Minoxidil Rogaine é vendido em duas versões: em loção ou em espuma.

A principal diferença entre as duas, além da forma de uso, está na presença da substância propilenoglicol, que está presente tanto na versão líquida de Rogaine Women’s quanto na versão líquida do Kirkland.

A substância é usada para intensificar a absorção do Minoxidil no couro cabeludo, fazendo seus resultados serem mais efetivos e aparecerem mais rapidamente.

Mas isso não significa que a versão em espuma não seja efetiva! O Minoxidil Rogaine em espuma é recomendado para pessoas que tenham reações alérgicas ao propilenoglicol.

Outra diferença notável entre as duas versões é a porcentagem de Minoxidil em suas fórmulas.

Enquanto Rogaine Women’s líquido possui concentração de 2%, a versão em espuma concentra 5% e deve ser usada por mulheres apenas uma vez por dia.

Vantagens do Minoxidil Rogaine

  • A principal vantagem aqui é o poder de escolha do comprador em relação às versões disponíveis.
  • Ajuda no crescimento capilar.
  • Tem linha voltada para mulheres.
  • Melhora a circulação sanguínea local.

Desvantagens do Minoxidil Rogaine

  • Os efeitos adversos registrados em pessoas com hipersensibilidade incluem dor no tórax, aumento de peso inesperado e sem motivo, palpitações, suor nas mãos e pés e inchaço.
  • Como o uso é tópico, pessoas alérgicas também podem apresentar sintomas como vermelhidão e coceira no local de aplicação.

O valor do tratamento equivalente a três meses com Minoxidil Rogaine é de R$389,30.

Minoxidil Pant

O Minoxidil Pant pertence à farmacêutica brasileira Aché, que é conhecida pela produção de muitos dos remédios consumidos em território nacional.

O Minoxidil Pant tem concentração 5% e é uma das fórmulas de Minoxidil mais recomendadas por médicos.

Assim como os produtos acima que possuem concentração de 5%, o Minoxidil Pant deve ser usado apenas uma vez por dia.

Vantagens do Minoxidil Pant

  • Auxilia no crescimento capilar.
  • Promove melhora na circulação sanguínea local.
  • É produzido por uma farmacêutica brasileira e vendido em farmácias.

Desvantagens do Minoxidil Pant

  • Pode causar reações alérgicas na pele e no couro cabeludo, como ardência, queimação e descamação.
  • Em eventos raros também foram registrados sintomas de dor no tórax, inflamação de folículo e aumento da secreção das glândulas sebáceas.

O Minoxidil Pant pode ser encontrado em farmácias.

O tratamento correspondente a dois meses tem custo médio entre R$ 120,00 e R$ 150,00.

Minoxidil Foligain

A marca Foligain é americana e seus produtos ainda estão chegando no Brasil, por isso ainda é desconhecida para grande parte das brasileiras que sofrem com alopecia.

Inicialmente lançado para tratamento dos pelos das sobrancelhas, as mulheres não demoraram a perceber que o Minoxidil Foligain também servia para tratar a queda de cabelo por causa da sua fórmula com concentração de 2%.

Minoxidil Foligain deve ser aplicado duas vezes por dia na área a ser tratada para que seu efeito seja completo.

Vantagens de usar Minoxidil Foligain

  • Crescimento dos fios do cabelo e da sobrancelha.
  • Fórmula desenvolvida para o público feminino.
  • Melhora a circulação sanguínea local.

Desvantagens de usar Minoxidil Foligain

  • As reações adversas podem incluir irritação severa no couro cabeludo, além de outras reações alérgicas tópicas.
  • Em casos mais raros é possível encontrar pessoas que sintam aceleração cardíaca, acne e dores no tórax.

O valor do tratamento correspondente a três meses com Minoxidil Foligain é de R$220,00.

Qual é o melhor Minoxidil para mulheres?

O melhor Minoxidil para mulheres varia de acordo com cada corpo, porque cada uma se adapta melhor a uma composição e ninguém conhece melhor o seu próprio corpo do que você.

Agora que sabe as vantagens e desvantagens de algumas das opções mais famosas do mercado quando o assunto é Minoxidil para mulheres, você pode escolher qual se adapta melhor às suas necessidades.

Por causa da relação custo-benefício, a marca favorita das mulheres é a Kirkland, mas algumas não conseguem se adaptar à fórmula e preferem investir um pouco mais.

Vale lembrar que o uso de qualquer marca de Minoxidil deve ser avaliado pelo seu médico em casos de gravidez ou lactação!

E aí, qual é o melhor Minoxidil para mulheres na sua opinião?

Tem alguma experiência com uma dessas marcas?

Então não deixe de compartilhar nos comentários!

Temos outros textos interessantes sobre esse medicamento para você ler aqui no site!